Toledo 68 anos: Reforma de capela mortuária Cristo Rei é entregue à comunidade

Apesar do impedimento para a formação de aglomerações, medida mais do que necessária para o combate ao novo coronavírus, Toledo não deixará a passagem do 68º aniversário de instalação do município, em 14 de dezembro, passar despercebida. Um pacote de entrega de obras (todas com público limitado e seguindo as medidas sanitárias de prevenção à Covid-19) está previsto até segunda-feira e a primeira ocorreu na manhã desta quarta-feira (09): a reforma e ampliação da Capela Mortuária do Cemitério Cristo Rei, localizado no Jardim Yara.

A estrutura, com duas salas de velório, dormitório, banheiros, cozinha, quarto com cama, depósito de materiais de limpeza e área administrativa, recebeu investimento de R$ 91.043,85 da administração municipal. A área total da capela é de 306,86 metros quadrados – 32,51 a mais do que havia antes da revitalização, quando ali funcionava o Arquivo Público, hoje instalado em nova sede no Jardim Bandeirantes.

Ao lado de outras autoridades, como o vereador Vagner Delabio; o secretário da Administração, Moacir Neodi Vanzzo; e o superintendente da Empresa de Desenvolvimento Urbano e Rural (Emdur), Rodrigo Salles, o prefeito Lucio de Marchi destacou que o espaço inaugurado enfim vai ser utilizado para a finalidade inicial, ser uma capela mortuária próxima ao cemitério mais antigo da cidade. “Na época em que esta estrutura foi construída havia ainda o costume de velar os parentes em casa ou em centros comunitários. Por isso, decidiu-se implantar o Arquivo Público aqui e, com o tempo, o espaço ficou pequeno e resolvemos adequar o espaço para aquilo que ele foi projetado”, observa.

Homenagem

A nova capela mortuária terá o nome de Alfredo Unfer, pioneiro que chegou a Toledo em 28 de julho de 1954. Nascido em Cachoeira do Sul/RS em 18 de junho de 1922, deixou este mundo em 13 de agosto de 2007 e um legado de dedicação à comunidade, sobretudo nas atividades litúrgica e de voluntariado na Catedral Cristo Rei. Viajante autônomo durante a maior parte de seus 85 anos de vida, dedicou um quarto de século à “Oração do Angelis” (mais conhecida como “Hora da Ave-Maria”) transmitida de segunda a sexta às 18 horas pela Rádio União. Atualmente, o programa está a cargo da viúva, Nilce Unfer, com quem esteve casado por 42 anos.

Ela, acompanhada de familiares, exaltou a figura de Alfredo e agradeceu pela homenagem prestada. “É um tributo merecido, que presta um reconhecimento a alguém que lutou tanto por Toledo, que encarou a vida com determinação e sacrifício, e que venceu sempre os desafios. Ele tinha luz própria, uma energia positiva, sempre uma palavra para animar, consolar aqueles que estavam com um problema”, relata. 

Bressan

Encontra-se em fase final, com previsão de término para o fim deste mês, as obras da Capela Mortuária que está sendo construída no Jardim Bressan, na esquina das ruas Eugênio Comin e Antonina. O investimento na estrutura, com hall de entrada, varanda coberta, sala de velório, banheiros, depósito para material de limpeza (DML), dormitório com instalações sanitárias e copa/cozinha distribuídos em 144,64 metros quadrados, foi de R$ 246.491,40.

Responsável pela Assessoria de Assuntos Comunitários, Adriano Theves Galvão, pontua que as duas novas capelas mortuárias propiciarão dignidade e o conforto merecido a quem está se despedindo de um ente querido. “Com estas obras à disposição da nossa população, nenhum centro comunitário precisará mais ser usado para a realização de velórios, pois haverá espaços adequados para eles acontecerem”, salienta.

Da Prefeitura de Toledo-PR