Toledo é o terceiro município do Paraná na geração de empregos em maio

No mês de maio, o município de Toledo criou 853 vagas de trabalho formal, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados, ontem (1º), pelo Ministério da Economia. Esse é o resultado da contratação de 2.771 trabalhadores e do desligamento de 1.918. Os números colocam o município em terceiro lugar no Paraná na geração de empregos, atrás somente de Curitiba com 5.892 novas vagas e Maringá com 1.163 novas vagas. Em quarto lugar no Estado está Araucária com 728 novos empregos e a cidade vizinha Cascavel está em quinto lugar na geração de empregos com 650 novas vagas.

“Toledo se destaca em terceiro lugar no Estado e isso demonstra a forma da nossa economia. Como Agência do Trabalhador estamos contentes em fazer parte desse processo”, comemora o gerente do órgão Rodrigo Souza.

RETOMADA – O setor de Serviços teve o melhor resultado em maio com 735 postos de trabalho com carteira assinada, seguido pela Construção Civil com 101 novas vagas e a Indústria com saldo positivo de 76. Os dados do Caged apontam que apenas o setor do Comércio apresentou saldo negativo de 62 postos de trabalho encerrados no mês.

“Nós observamos, novamente, os setores de Serviços, da Construção Civil e da Indústria na vanguarda com um crescimento acelerado. O setor de Serviços apresenta um saldo muito grande na contratação. Isso é importante porque mostra que esse setor apresentou uma retomada significativa. Temos um saldo de mais de três mil contratações neste ano. É um resultado importante para a nossa cidade que está em terceiro lugar no Paraná. Isso mostra a pujança da nossa economia”, destaca o secretário do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, de Inovação e Turismo Diego Bonaldo.

DESTAQUE – No acumulado do ano, Toledo gerou 3.049 novos empregos com a contratação de 12.731 trabalhadores e o desligamento de 9.682. O município ainda não registrou saldo negativo na geração de empregos em 2021. Em janeiro, o saldo foi de 500, em fevereiro de 942, em março foram 507 e em abril foram 247 novas vagas.

O gerente da Agência do Trabalhador de Toledo Rodrigo Souza salienta que o setor de Serviços (1.653) é o que tem mais empregado em Toledo, seguido pela Indústria (729) e pela Construção Civil (308). Para o secretário Bonaldo, os dados refletem um trabalho conjunto da pasta com a Agência. “São ações que contribuem muito para esse saldo. A Agência alterou a forma de intermediação de mão de obra buscando ser mais assertiva na apresentação dos candidatos para as empresas”, pontua.

O secretário ainda enfatiza que alguns segmentos têm se destacado no município, conforme aponta os dados do Caged. “Temos um cenário muito favorável onde o município se destaca como polo industrial, do agronegócio e de tecnologia na região Oeste. E o Poder Público apoia e trabalha para que haja mais desenvolvimento. Inclusive, enviamos à Câmara de Vereadores o projeto ‘Toledo é mais Negócio’, um programa de desenvolvimento que atrairá ainda mais empresas para o nosso município e, possivelmente, teremos cada vez mais novos empregos”, finaliza Bonaldo.

Da Redação

TOLEDO