Vacinação contra a gripe deve continuar com a chegada de novas doses

Uma nova remessa de vacinas contra a gripe, com 1.316.800 doses, deve chegar nos próximos dias, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Mesmo após o encerramento da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o Paraná seguiu com a imunização da população geral nesta semana. A ação é realizada com as doses remanescentes.

Em Toledo, a imunização acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no entanto, segundo atualização da Vigilância Epidemiológica, na tarde de quinta-feira (15), em alguns locais já não haviam mais doses. “Teve bastante busca pela vacina nesta semana, mas foi pela população em geral. Os grupos prioritários houve pouca procura”, conta a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Rosana Cerbarro.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) abriu a vacinação contra a gripe para toda a população acima de seis meses de idade a partir do dia 24 de junho. O Ministério da Saúde já destinou ao Paraná, 5.165.200 vacinas contra a doença. Até o início da tarde desta quarta-feira (14), o Estado havia atingido 48,2% de cobertura vacinal. No ano passado, o Paraná atingiu 92% da cobertura vacinal de imunização contra a Influenza, a meta preconizada pelo Ministério da Saúde é de 90%.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, até a tarde de quinta-feira (15), 78% das crianças de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias foram vacinadas. As gestantes representam 72% e as puérperas 58%. Os idosos com 60 anos ou mais representam 66%.

A enfermeira esclarece que o município ainda não realizou a busca ativa das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, mas reforça que a população deve estar atenta a disponibilização de novas doses e buscar a vacinação. “A vacina contra a gripe é importante igual à da Covid-19. São dois vírus diferentes que estão circulando e dependendo da idade do paciente, podem causar graves problemas”, conclui Rosana.

Da Redação

TOLEDO