Vacinação de idosos com mais de 85 anos começa em Toledo

Logo o início da manhã de segunda-feira (22), o Parque Ecológico Diva Paim Barth foi tomado por carros. A fila que dava volta no horto florestal era para a vacinação dos idosos com idade acima de 85 anos. Essa é mais uma etapa da campanha de vacinação contra a Covid-19 realizada pela Secretaria da Saúde.

Vera Lúcia Pierozan Bordignon chegou cedo com os sogros Duvílio Gerônimo Bordignon e Líbera Bordignon, de 88 anos. Um dos pioneiros de Toledo, o casal esperava ansioso por esse momento. “Nós estamos felizes e aliviados com a chegada da vacina. Tenho um neto que trabalha na área da saúde e que já pegou Covid-19 duas vezes. A gente fica preocupado com essa doença”, conta Líbera.

Vera Lúcia comenta que há quase um ano seus sogros estão sem receber visitas. A família está na luta contra o coronavírus e tomando todos os cuidados necessários. “A vacina é uma esperança que temos para acabar com tudo isso. Daqui alguns dias retornaremos para a segunda dose e em breve eles poderão receber visitas e abraçar os netos”.

VACINAÇÃO – A auxiliar de enfermagem e responsável pela organização da campanha de vacinação no Drive Thru dos idosos, Sonia Pessi, enfatiza que essa etapa que imuniza os idosos acima de 85 anos será com as doses remanescentes da fase anterior, que vacinou o grupo com mais de 90 anos.

Para essa etapa, ela explica que as senhas foram distribuídas para os veículos que aguardavam para o início da vacinação. A medida organizou a logística da vacinação, uma vez que a quantidade de dose não seria suficiente para todos, nesse primeiro momento.

“São 230 doses disponibilizadas e sabemos que não será suficiente para todos, será para iniciarmos esse grupo. Quem não conseguir tomar hoje deve aguardar que assim que chegar novas doses vamos continuar com a vacinação. Como estamos recebendo doses quase todas as semanas, assim que somos comunicados que as vacinas estão chegando já lançamos uma nova etapa”.

A vacinação foi organizada em duas tendas: a primeira para fazer a triagem para verificar documentação e comprovante de endereço; outra tenda para registro no sistema e a aplicação da vacina. Em todo o processo, os profissionais de saúde seguiam rigorosamente os protocolos sanitários. O tempo de espera na fila era de 40 minutos. Quem foi a pé para a vacinação foi atendido normalmente.

“Algumas pessoas questionam porque o comprovante de endereço. Esse documento é exigido porque a vacina é para os munícipes de Toledo. Ainda na triagem, quem não tem carteirinha de vacinação recebe uma nova”, acrescenta.

ESPERANÇA – Desde o início da vacinação, há um mês, cada dose é uma gotinha de esperança para o fim da pandemia. Sonia Pessi afirma que as próximas etapas de vacinação terão um público ainda maior. Para isso, a Secretaria estuda novas estratégias para continuar a campanha de imunização.

“Acredito que para os próximos grupos teremos que abrir novos pontos de vacinação para evitar as aglomerações. É um momento de muita esperança e ao mesmo tempo de paciência. Estamos recebendo as doses fracionadas; é pouca vacina para muita gente. Acredito que a campanha de vacinação se estenda até o ano que vem. Para isso, pedimos paciência porque todos serão vacinados”, esclarece.

DOSES – Na coletiva de imprensa no final da manhã de segunda-feira (22), a secretária da Saúde Gabriela Gabriela Kucharski conta que o Município de Toledo recebeu 5.200 doses da vacina contra a Covid-19, sendo que 4.609 já foram aplicadas.

Deste total, foram 3.680 para a primeira dose; 3.428 já foram aplicadas. Foram 3.070 doses aplicadas em trabalhadores da saúde. “Não são todos os trabalhadores imunizados, ainda faltam aproximadamente 590 doses para terminar a fase dos trabalhadores da saúde”, esclarece.

Ainda da primeira dose, o Município recebeu 610 doses para idosos com mais de 90 anos, sendo que foram aplicadas 358. O restante foi destinado na fase de imunização dos idosos com mais de 85 anos.

O Município também recebeu 1.520 doses do reforço da vacina, sendo que 1.072 doses já foram aplicadas em trabalhadores da saúde e 109 doses em idosos de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Deste grupo, Gabriela enfatiza que todos os residentes das Instituições e os profissionais que trabalham no local foram vacinados.

“Ainda restam 339 doses de reforço que estão aplicadas na Secretaria de Saúde no trabalhadores da saúde”, acrescenta ao pontuar que, segundo levantamento feito até o início da manhã de segunda-feira (22), o Município já havia vacinado 3.428 pessoas com a primeira dose e 1.181 pessoas com a segunda dose.

Da Redação

TOLEDO