Ana Moser, de esportista olímpica à filantrópica, participa do podcast Aqui se Faz, Aqui se Doa

Depois de mais de um ano de espera, ocasionada pela pandemia de COVID 19, eles estão chegando: os Jogos Olímpicos de Tóquio! De 23 de julho a 8 de agosto poderemos ver atletas de mais de 38 modalidades dando um show nessa que é uma das competições mais aguardadas do calendário esportivo. Sendo assim, o assunto não podia ser outro que não o esporte — causa do coração de muita gente e que, além de mover paixões, promove inclusão social e faz a diferença na vida de várias pessoas. 

Para conversar sobre essa que é uma de suas causas mais amadas, o host Artur Louback convida o seu amigo e sócio Rodrigo Pipponzi e os dois estendem o tapete vermelho para receber Ana Moser: medalhista olímpica pelo vôlei brasileiro, medalhista mundial, pan-americana, pelo mundial de clubes, pelo Grand Prix e que há vinte anos comanda o Instituto Esporte & Educação, que atua com formação de professores e atendimento a crianças e adolescentes em atividades esportivas. É sócia fundadora do Todos pela Educação, da Atletas pelo Brasil e da Rede de Esporte pela Mudança Social e já foi premiada pela Ashoka, pela Rede Empreendedores Sociais Folha e pelo Trip Transformadores.

Outro convidado é o professor Wellington Reis, educador físico, envolvido com o projeto Empresto Minhas Pernas, que conta com voluntários que empurram cadeirantes em caminhadas e corridas de rua, permitindo que eles participem de algo que nunca imaginaram fazer. O voluntariado pode ser uma ótima opção para quem diz “mas eu não tenho dinheiro”, porém não é a única! 

O colunista Artur traz uma dica bacana: o aplicativo KM solidário, em que você corre no seu tempo, na sua cidade, e eles buscam patrocínio para que a sua corrida seja suficiente para gerar doação, sem um valor de inscrição. 

Vale conhecer a história incrível da atleta Aída dos Santos que participou da campanha da Centauro, que acabou na criação de um uniforme em tiragem limitada com renda revertida para a Centauro Transforma, programa de responsabilidade social da empresa que, atualmente, apoia 13 OSCs. O uniforme esgotou super rápido!

Outra dica bacana é da  Wings for Life World Run, corrida organizada pela Red Bull que acontece todos os anos. Você larga com milhares de pessoas ao redor do mundo ao mesmo tempo e vai correndo até um carrinho, que eles chamam de catcher car, te alcançar. 100% do valor da inscrição vai para pesquisas sobre a medula espinhal e a cura da lesão medular. Durante a pandemia, ela aconteceu através de um aplicativo — vale ficar de olho de como serão as próximas edições e fazer sua inscrição!

Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do InfoMoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

Da Assessoria