Chico Rei lança coleção com Vitrine Filmes inspirada no cinema brasileiro

No mês em que é celebrado o Dia do Cinema Brasileiro (19 de junho), a Chico Rei, e-commerce nacional líder no segmento de camisetas criativas e personalizadas, enaltece as produções nacionais em criação de novas estampas. Em parceria com a Vitrine FIlmes, distribuidora independente de filmes, a marca lança uma coleção exclusiva com ilustrações baseadas nos premiados filmes: “Hoje eu Quero Voltar Sozinho”, de 2014, dirigido por Daniel Ribeiro,“Branco Sai, Preto Fica”, de 2015, dirigido por Adirley Queirós, e “Temporada”, de 2019, dirigido por André Novais Oliveira. Todos os longas estão disponíveis na Netflix e nas outras plataformas digitais, como Google Play, Now, Look, e iTunes, para compra e aluguel.

“Em mais um ano repleto de desafios para o cinema brasileiro, são esses momentos de comemoração e parceria que nos fazem lembrar a importância de permanecermos resistindo a todas as adversidades da atualidade. O cinema nacional vive, resiste e persiste. Que a data do 19 de junho seja um lembrete da relevância de nos identificarmos como povo brasileiro, que tem sua própria personalidade, cultura, força e criatividade.” Lívia Donadeli, coordenadora de marketing da Vitrine Filmes.

Toda a coleção da Chico Rei é feita artesanalmente com fibra 100% natural de algodão sustentável, refinada e penteada, além de ser vegana atestada pelo selo PETA, que garante que os produtos da linha de vestuário da Chico Rei (camisetas e moletons) não empregam qualquer tipo de exploração animal em seus processos de produção, seja nos componentes ou nas práticas.

A coleção será lançada no dia 18 de junho e estará disponível no site da Chico Rei. As estampas estarão presentes em camisetas, pôsteres, canecas e capinhas de celular. 

Sinopses:

Sobre Hoje eu Quero voltar Sozinho:

Leonardo é um adolescente cego em busca de sua independência. Seu cotidiano, a relação com sua melhor amiga, Giovana, e sua forma de ver o mundo ganham novos contornos com a chegada de Gabriel.

Sobre Branco Sai, Preto Fica:

Tiros em um baile de black music na periferia de Brasília ferem dois homens, que ficam marcados para sempre. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva.

Sobre Temporada:

Juliana está se mudando de Itaúna, no interior do estado, para a periferia de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, para trabalhar no combate às endemias na região. Em seu novo trabalho, ela conhece pessoas e vive situações pouco usuais que começam a mudar sua vida. Ao mesmo tempo, ela enfrenta as dificuldades no relacionamento com seu marido, que também está prestes a se mudar para a cidade grande.

Da Assessoria