Festival Rec-Beat confirma cancelamento de apresentação de Karol Conká

Na primeira semana na casa do Big Brother Brasil, Karol Conká já gerou revolta na internet e está perdendo espaço aqui fora. Acusada de xenofobia contra a sister Juliette e perseguição e bullying com o brother Lucas Penteado, a rapper vem piorando a sua imagem a cada dia e já perdeu mais de 200 mil seguidores no Instagram. O público e artistas se manifestaram contra as suas atitudes e Karol está sendo cancelada, como é o exemplo do Festival Rec-Beat e do canal GNT.

A apresentação de Karol para o Festival Rec-Beat, gravada na Pinacoteca de São Paulo antes do confinamento, iria ao ar durante o festival no dia 14 de fevereiro. “Acompanhamos as últimas declarações de Karol Conka no BBB 21 e reafirmamos nossa total e absoluta discordância de suas atitudes, que vão contra os princípios basilares do Rec-Beat e do nosso público”, declarou a organização do evento.

“Em mais de 25 anos de existência, o festival consolidou princípios que passam pelo respeito à diversidade, raça, cor, etnia, origem e condição, pela equidade de gêneros”, defendeu. “Acreditamos que momentos como este nos oferecem oportunidade de reflexão, de aprendizado e de avanço na desconstrução de condutas”. O Festival se comprometeu a realizar um debate onde o tema central será xenofobia.

A assessoria da cantora afirma que está de acordo com a decisão. “A intenção é evitar que toda a celebração pretendida pelo Rec-Beat seja diluída por manifestações hostis, fruto da repercussão gerada pelo BBB”, declarou a equipe da Karol.

Outro prejuízo para a artista foi do programa “Prazer, feminino”, que ela apresenta junto com Marcela McGowan no YouTube do GNT. Em fevereiro, as reprises iriam para a TV, mas foi cancelada da programação do canal.

Polêmica na casa

Na sexta-feira, 29, em conversa com as participantes Thais e Sarah, Karol se referiu à Juliette, que é de Campina Grande, Paraíba. “Aí as pessoas dizem: é o jeito, porque na terra dessa pessoa é normal falar assim. Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha. Por mais que eu seja artista e rode pelo mundo, eu tenho os meus costumes, eu tenho muita educação. Eu tenho meu jeitão brincalhão, mas reparem que eu não invado, não desrespeito, não falo pegando nas pessoas”. A fala foi considerada xenofobia e deu início à má reputação da artista.

No dia seguinte, 30, Lucas discutiu com vários participantes na festa. Karol se desentendeu com o ator e iniciou uma série de ataques ao colega, muitos considerados cruéis e exagerados. Nesta segunda-feira, 2, no Jogo da Discórdia, Karol disse a Lucas que não olhasse para ela e o chamou de “abusador”. Na internet, anônimos e famosos pedem a expulsão de Karol. Marília Mendonça chegou a dizer que não fará mais nenhum lançamento enquanto a rapper não for expulsa da casa.