Helô Pinheiro tem biquínis dos anos 1960 expostos em museu na Alemanha

Um clima de Bossa Nova e de um Brasil praiano dos anos 1960 toma conta do Museu Art Bikini, na cidade de Bad Rappenau, no sul da Alemanha. Criado pelo empresário alemão Alexander Ruscheinsky, o local é o primeiro no mundo dedicado à moda praia. O “pouquinho de Brasil iá iá” ocupa uma sala exclusiva, que é a segunda maior do local, com uma área de 2 mil m², só perdendo para a parte alemã da mostra.

A exposição tem mais de 500 peças, entre biquínis e maiôs, desde 1870 até a atualidade. Um deles é o de Helô Pinheiro, a eterna “Garota de Ipanema” da canção de Vinícius de Moraes. A modelo considera importante o convite feito por Ruscheinsky. “É a história da evolução de uma moda. É cultura e, para os novos estilistas, uma verdadeira aula. Daí, me senti privilegiada por fazer parte dessa história”, afirma ao Estadão.

Aos 75 anos de idade e esbanjando beleza, Helô Pinheiro contempla a homenagem. “Nada como poder estar ainda viva e reviver gratos momentos de praia, sol, mar e porque não de museu”, diz.

Ela conta que Ruscheinsky teve a ideia de montar um museu com looks moda praia e narrar o desenvolvimento dessas peças. “Quando esteve no Rio, ele me solicitou uma peça da época, que por um acaso eu ainda tinha, e cedi para que pudesse expor. O museu ia ser inaugurado no início do ano mas, pela pandemia do novo coronavírus, teve que deixá-lo fechado até segunda ordem”, ressaltou.

O Museu Art Bikini teve um investimento de mais de R$ 40 milhões e a exposição tem raridades como 12 peças originais de Louis Réard, que inventou o biquíni em Paris, na França, em 1946. Lá também estão duas das mais conhecidas peças de praia do cinema mundial: de Brigitte Bardot no filme E Deus Criou a Mulher, de 1956, e as peças brancas usadas por Ursula Andress, em 007, de 1962, o primeiro da saga.

Além de Helô Pinheiro, o museu alemão traz trajes de banho das brasileiras Magda Cotrofe, que se destacou pelos modelos de biquíni fio dental e asa delta nos anos 1980, da atriz Vera Fischer, da cantora Carmen Miranda e da modelo Rose di Primo. A mostra exibe também vídeos do Rio de Janeiro e de Búzios para apresentar o estilo de vida praiano do litoral do País.

A paixão de Alexander Ruscheinsky pelo Brasil ultrapassa a moda. Ele realiza trabalho social no Rio de Janeiro para a promoção da formação profissional e da saúde de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade. Ele é vice-presidente da IRESO, uma associação fundada na Alemanha que atua como intermediária entre doadores, empresas alemãs e ONGs brasileiras.