Ludmilla abre o ano de 2021 com o aguardado lançamento “Numanice Ao Vivo”

 Numanice Ao Vivo, gravado no Pão de Açúcar, ganha todas as plataformas digitais em 29 de janeiro e conta com as participações de Thiaguinho, Bruno Cardoso, Vou Pro Sereno, Di Propósito e Orochi

O ano de 2021 começa com um importante lançamento na carreira de Ludmilla, o aguardado show “Numanice Ao Vivo” aterrissa, nesta sexta-feira, dia 29 de janeiro, como álbum em todas as plataformas digitais e também como show completo em seu canal do Youtube. Gravado em novembro de 2020, sem plateia – como pedem os tempos atuais – o registro das 14 faixas do lançamento, no entanto, foi feito em cenário estonteante: o Pão de Açúcar, reservado exclusivamente para ela. Com o feito (que teve investimento superior a 1 milhão de reais) Ludmilla passa a ser a primeira cantora a se apresentar no Pão de Açúcar – tradicionalmente os shows artísticos no ponto turístico são gravados no Morro da Urca. “Quis mesclar os sucessos de “Numanice”, com músicas já consagradas e bastante conhecidas do público. Na falta do público não medi esforços para gravar num dos cenários mais incríveis da nossa cidade. Estou na maior expectativa para saber o que a galera vai achar. Fiz com muito carinho” – conta Ludmilla.

Derivado do aplaudido EP “Numanice”, lançado em abril de 2020 – com todas as faixas no Top 100 e o single “Amor Difícil”, no Top 40 – o conta com muitas participações especiais do mesmo segmento, são elas: Thiaguinho,Bruno CardosoVou Pro Sereno Di Propósito, além do rapper Orochi. “É um ritmo que faz parte da minha história pessoal, pois foi a partir dele que comecei a querer cantar, a gostar e a querer me aperfeiçoar. O ritmo sempre esteve presente na minha vida familiar. Foi muito prazeroso e ao mesmo tempo uma responsabilidade. Gravar com essas feras não foi mole não, tenho muita admiração e respeito por todos e poder fazer isso com aval deles é demais” – completa a cantora.

Diferentemente do pop e do funk, ritmos que pautam a carreira musical da artista, a ideia do novo álbum surgiu da vontade da cantora em registrar um “pagodinho de respeito” com alguns convidados. Ao todo são 14 faixas incluindo sendo uma inédita a primeira música de trabalho: o single “Ela Não”, de autoria da própria cantora. O preciosismo de Ludmilla ao realizar o projeto está em cada detalhe e isso inclui um bem importante: a produção musical de fica a cargo de Rafael Castilhol, que desde os anos 1990 está em projetos de grandes artistas do pagode como a extinta banda Soweto, Sorriso Maroto, o cantor Belo, entre outros. 

Uma das participações especiais, Bruno Cardoso, do grupo Sorriso Maroto, canta com Lud a faixa “Não é Por Maldade”.”A Lud é versátil, plural, talentosíssima. Quando escutei o álbum “Numanice”, pirei. Fiquei com a música “Não É Por Maldade” no repeat por semanas. Já nos conhecíamos, mas nunca tínhamos feito nada juntos. Cheguei até a convidá-la pra cantar antes. Mas não era pra ser naquele momento, porque algo muito legal estava sendo preparado e chegou o momento” – resume Cardoso.

Com Thiaguinho, cantor com quem já dividiu palco e estúdio em outras ocasiões, Ludmilla fez dueto em “Amor Difícil”: Cantar com a Lud é sempre uma delícia! E cantar pagode com ela é mais gostoso ainda! Sei o quanto ela curte e ela faz com propriedade” – finaliza o cantor.

https://www.youtube.com/c/ludmilla/videos

Tracklist:

1-        Ela Não (Ludmilla)

2-        Desse Jeito é Ruim Pra Mim / Perfume / Antes de Dizer Adeus (Arnaldo Saccomani, Rafael Brito, Thais Nascimento / Julio Borges, Umberto Tavares / Altay Veloso)

3-        Não É Por Maldade part. Bruno Cardoso (Ludmilla)

4-        Cheiro Bom do Seu Cabelo (Ludmilla)

5-        Te Amar Demais / Best Part part. Di Proposito (Sodré / Ashton Simmonds, H.E.R, Jordan Evans, Matthew Burnett, Riley Bell)

6-        Eu Te Uso e Sumo / Não Seria Justo / Nem Pensar (Mr. Dan, Thiaguinho / Thiaguinho / Andrea Amadeu, Helder Celso, Valtinho)

7-        Amor Difícil part. Thiaguinho (Ludmilla)

8-        Vai e Volta (faixa Hello Mundo) (Ludmilla, Umberto Tavares, Jefferson Junior)

9-        Sintoma de Amor / Depois do Amor / Agenda (Rafa Brito, Davi Fernandes / Rick, Pete / Alexandre Lucas, Douglas Rafael, Umberto Tavares)

10-      I Love You Too part. Orochi  – Inédita (primeiro single) (Soraia Ramos, Gerson Costa)

11-      Mande Um Sinal / Sinais (André Renato, Felipe / Bruno Cardoso, Sergio Silva, Thiago Silva)

12-      Tô de Boa part. Vou Pro Sereno (Ludmilla)

13-      Pôr do Sol na Praia – (Lucas Silva)

14-      Lá Vai Lá / Que Mulher (Nega Danada) / Cadê Ioiô / Alguém Me Avisou  part.  Thiaguinho e Vou Pro Sereno (Alexandre Silva, André Rocha, Moisés Santiago / Ary Guarda, Chatin / Cesar Veneno / Dona Ivone Lara)

“Numanice Ao Vivo” pretende conquistar o Brasil com uma série de shows especiais, em algumas capitais brasileiras, com previsão de estreia a partir do segundo semestre deste ano, caso os shows possam voltar a acontecer com segurança devido à pandemia que o mundo atravessa.

SOBRE LUDMILLA

Primeira cantora negra da América Latina a alcançar mais de 1 bilhão de streams somente no Spotify – e também com mais de 1,9 bilhão de views no Youtube – Ludmilla começou a cantar aos 8 anos de idade. Em 2014, assinou contrato com a Warner Music Brasil e, em seguida, emplacou o single “Sem Querer”. De lá para cá, a cantora lançou o álbum “Hoje” (2014). Além de “Te Ensinei Certin”, o clipe de “Hoje” tornou-se uma das mais celebradas canções da artista e, nos dias atuais, tem mais de 100 milhões de visualizações no YouTube. “A Danada Sou Eu” (2016), segundo álbum da carreira de Ludmilla, contou com as participações de Filipe Ret, Jeremih e Gusttavo Lima e a consagrou, definitivamente, como referência de funk brasileiro – trabalho foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Contemporâneo de 2017. O ano de 2018 é marcado por uma explosão de sucessos com os singles “Solta a Batida”, “Não Encosta”, “Din Din Din” e “Jogando Sujo” – todos atingindo o topo das paradas de streaming e rádios. Com duas turnês realizadas na Europa, lança o terceiro e último álbum e DVD, “Hello Mundo” (2019), repetindo o sucesso de crítica e público e com participações de Léo Santana, Jão, Simone & Simaria, entre outros. Ainda neste ano emplaca mais um grande sucesso, “Verdinha”. Em 2020 surpreende, com sucesso, público e crítica como intérprete no EP “Numanice”, composto de seis faixas inéditas dedicadas ao pagode. Já em novembro do mesmo ano, a cantora volta às origens do funk raiz e lança o tão aguardado single “Rainha da Favela” em conjunto com clipe, gravado na Rocinha, maior favela do Brasil, que totaliza 36 milhões de views, 

Mais informações e fotos:

Trigo Estratégia de Imagem
@trigopress


Antonio Trigo – [email protected]

Fernanda Reis – [email protected]

Da Assessoria