“O Gênio de Leonardo da Vinci” é tema de exposição na UEM

0 97

Iniciada na segunda-feira (5), a Exposição “O gênio de Leonardo da Vinci”, que ocupa o saguão da Biblioteca Central (BCE) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), permanecerá aberta ao público até o dia 2 de março, das 8h30 às 22h (dias de semana) e das 8h30 às 12h45 (sábados), com fechamento aos domingos.

Haverá, ainda, uma reproposição da Exposição entre os dias 15 de julho a 31 de agosto de 2024. Esta Exposição contou com a participação uma equipe multi e interdisciplinar, composta por seus dois curadores: professores Marcos Cesar Danhoni Neves e Josie Agatha Parrilha da Silva, além de alunos da disciplina Diálogos Interdisciplinares Arte-Ciência, do curso de Licenciatura em Artes Visuais, e do grupo do Programa de Educação Tutorial (PET), da Física.

Divulgação

A ideia da exposição é apresentar o homem e a obra do grande gênio italiano Leonardo da Vinci. São apresentadas diversas obras do autor, como a bicicleta, a máquina voadora, o paraquedas, as anamorfoses, a música, os relógios, a bombarda múltipla, os trabalhos anatômicos, a ponte, a caligrafia invertida, e as pinturas. São apresentados também diversos trabalhos de releitura da obra de Da Vinci, elaborados pelos alunos de Artes Visuais, numa Mostra dinâmica, interativa e que mergulha os visitantes no intricado mundo de um personagem único na história do conhecimento humano.

Há iniciativas interativas na Exposição envolvendo a construção da ponte leonardesca, as anamorfoses cilíndricas especulares, a decifração da caligrafia invertida e a “vestimenta” da Monalisa aos visitantes mais curiosos.

A Exposição conta com o apoio de diversas instituições de forma direta ou indireta (envolvendo 3 programas de pós-graduação em três Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado: UEM, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e brinda o público de Maringá e região com uma Mostra ímpar de trabalhos que desafiam nossa compreensão diante de um personagem genial do Renascimento.

Quem foi Da Vinci

Nascido na República de Florença, atual Itália, em 1.452, Leonardo da Vinci é lembrado por ser um dos maiores gênios da história da humanidade. Morreu em 1.519, na França, aos 67 anos. As contribuições dele perpassaram o segmento das artes e suas obras, como A Última Ceia e Mona Lisa, são algumas das pinturas mais famosas e reproduzidas de todos os tempos.

Da Vinci é uma das figuras mais importantes da época do Renascimento (movimento de ordem artística, cultural e científica que ocorreu na Europa na passagem da Idade Média para a Idade Moderna, séculos XIV, XV e XVI). Cientista e inventor, foi um homem à frente do seu tempo e desenvolveu consideráveis estudos nas áreas de anatomia humana, escultura, óptica, matemática, arquitetura, engenharia civil, entre outras.

Uma curiosidade é que Da Vinci não é o sobrenome de Leonardo. Usa-se essa denominação em razão de “Vinci” ser o nome do vilarejo onde ele nasceu, ou seja, é como se fosse “Leonardo da Vila da Vinci”.

Autodidata, registrava tudo em seus cadernos: rascunhos, pensamentos, emoções, planos e demais reflexões. Em algumas anotações, ele usava códigos. Tinha especial habilidade para mesclar arte com ciência. Ele era, ao mesmo tempo, perfeccionista e procrastinador. Era vegetariano, por razões humanitárias.

Deixe um comentário