Questão racial no foco de ‘Monstros e Homens’

Reinaldo Marcus Green nasceu em Nova York e começou a ganhar projeção com seus curtas na Cinéfondation do Festival de Cannes. No ano passado, fez sensação ao receber o prêmio especial do júri para o melhor filme de diretor estreante em Sundance. Monstros e Homens é a atração do Telecine Premium à meia-noite desta quinta, 12.

Já houve um Deuses e Monstros dirigido por Bill Condon e que contava a história do cineasta James Whale, criador de grandes clássicos de terror nos anos 1930. Interpretado por Ian McKellen, o Whale de Condon era um gay atraído pelo jardineiro de sua mansão. O criador de monstros destruía-se por amor à beleza. Monstros e Homens conta agora uma história perfeita para esses tempos de Black Lives Matter.

Um policial branco mata traficante negro e o fato repercute na vida de três homens. O terceiro deles é o pai de família que gravou o episódio. No elenco, o grande nome é John David Washington, o filho de Denzel, que rapidamente está construindo uma carreira de exceção no cinema norte-americano. Ator de Spike Lee (Infiltrado na Klan) e Christopher Nolan (Tenet), ele tem outro papel forte. Papai deve estar orgulhoso. O próprio Denzel Washington tem uma grande carreira, mas corre o risco de virar o pai de John David.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *