Athletico volta a vencer no Brasileirão e se mantém consolidado no G4

0 43

Atuando na Ligga Arena, em Curitiba, o Athletico recebeu o Criciúma, nesta quinta-feira (13), pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Furacão queria se consolidar no G4, enquanto o Tigre foi com o objetivo de se afastar do Z4. No final, melhor para o time da casa, que saiu em desvantagem, mas contou com a noite inspirada de Mastriani para vencer por 3 a 1.

Precsando vencer, o Athletico tentou se impor desde o começo do jogo e teve a primeira chance com Thiago Heleno. O defensor arriscou de muito longe, mas o goleiro Gustavo defendeu para evitar o primeiro gol do Furacão. Aos cinco, em lançamento de Zapelli para Nikão, o atacante chutou mas a bola pegou na defesa do Criciúma.

Apesar da pressão do Athletico, quem marcou foi o Criciúma. Em erro defensivo do Furacão, Barreto aproveitou e chutou para marcar o primeiro gol do jogo e abrir o placar na Arena: Criciúma 1 a 0.

O empate quase veio aos 12, quando Zapelli bateu a falta, mas mandou na barreira. No rebote, Nikão chutou pra fora. De tanto insistir, o Furacão conseguiu o empate aos 21 minutos. Após cruzamento de Zapelli, Mastriani subiu para cabecear e mandou no canto de Gustavo para deixar tudo igual: 1 a 1.

Com 24 minutos, Erick quase virou o placar quando dominou e chutou de longe, mas a bola foi pra fora. O Furacão seguiu a sua pressão e teve outra chance ainda no primeiro tempo, quando Zapelli chutou forte e a bola foi novamente pra fora.

Para o segundo tempo, o Athletico voltou com duas mudanças: Cuello e Madson foram para os lugares de Zapelli e Leo Godoy. Com três minutos, após bola sobrada na área, Cuello finalizou, mas a bola pegou na marcação. Até que aos nove minutos, Mastriani recebeu e Madson e mandou para o gol, virando para o Athletico: 2 a 1.

O terceiro gol quase veio co Esquivel, que soltou a pancada de longe, mas a bola foi pra fora. A resposta do Criciúma veio aos 14, quando Matheusinho conseguiu se livrar na marcação e chutou pela linha de fundo. Bem no jogo, Mastriani teve outra oportunidade e chutou firme, mas acabou carimbando o travessão.

Buscando pelo menos o empate, o Criciúma fez duas mudanças: Arthur Caíke e Claudinho entraram nos lugares de Eder e Higor Meritão. No entanto, veio o terceiro gol do Furacão. Aos 33, Cuello ficou de cara com o gol, esperou a saída de Gustavo e tocou para marcar o terceiro gol do Athletico: 3 a 1.

O quarto gol quase veio aos 42, quando Fernandinho teve muita liberdade e chutou, mas a bola foi pra fora com muito perigo para Gustavo. Sem mais oportunidades, o jogo terminou mesmo em vantagem do Furacão, que chegou aos 16 pontos e está na 3ª colocação. O Criciúma, com 5 pontos, está na 17ª colocação.

O Athletico volta a campo no próximo domingo (16), quando recebe o Flamengo, às 16h (de Brasília), na Ligga Arena. Já o Criciúma joga no mesmo dia, mas às 18h30 (de Brasília), quando vai receber o Bahia, no Heriberto Hulse.

Deixe um comentário