Leite doado passa por processo de qualidade para ser entregue aos bebês na Hoesp

0 1.081

Para muitos um ml de leite pode parecer pouco, mas para os pequenos que dependem desse alimento, cada ml conta. Nesse domingo, 19, comemora-se o Dia Mundial da Doação de Leite Humano, e nessa data a Hoesp enfatiza a importância desse gesto de amor. “Somos muito gratos a todas as mães que dedicam esse tempo para a doação de leite, pois cada gotinha pode ajudar a salvar uma vida. O leite materno é o melhor alimento para os recém-nascidos, principalmente os bebês internados na UTI Neonatal, para onde vai a grande parte do leite pasteurizado aqui”, diz a coordenadora do Banco de Leite Humano Jorge Niiside, Helena Mayer.

Todo processo começa ainda na casa das mães doadoras. É com a orientação da equipe do Banco de Leite da Hoesp que elas fazem a coleta e armazenam o leite até que ele seja encaminhado ao hospital. “O armazenamento deve ser feito em casa até 15 dias congelado, e então depois disso ele precisa passar pelo processo de pasteurização, onde então a validade dele passa ser de 6 meses”, explica a nutricionista da Hoesp, Eduarda Dantas.

QUALIDADE NO BANCO DE LEITE

E todo processo de pasteurização tem um cuidado rigoroso com a qualidade. “No início já observamos se há sujidade, o odor, e então separamos amostras para avaliar a acidez e conferir se o leite está apto para consumo, se sim, ele é reenvazado para dar início ao processo de pasteurização. Na máquina de pasteurização ele passa por um processo de pré-aquecimento até atingir 62.5 graus celsius por 30 minutos e logo após passa pelo resfriamento”, explica Helena.

Depois disso, o leite é coletado em amostras que vão indicar a qualidade com relação aos microbiológicos. “A prioridade é garantir um leite de qualidade, e por isso, o processo precisa ser cauteloso e bem detalhado para que não haja nenhum erro”, avalia Helena.

Na Hoesp são em média cerca de 250 litros de leite doados por mês, mas recentemente as doações estão em queda. “Tivemos uma queda de cerca de 20% na doação, e a demanda continua alta. Então precisamos reforçar que toda quantidade de leite ajuda muito nossos pequenos”, finaliza Helena.

COMO DOAR

Para doar é necessário ligar no Banco de Leite no telefone/whats 2103 2013 e fazer o cadastro. Logo em seguida, as novas mães doadoras recegem as orientações e materiais necessários para a coleta de leite, que é feita em casa. Uma vez por semana as equipes passam nas casas recolhendo o leite.

As mães que tiverem dificuldades podem receber ainda orientação direto no Banco de Leite.

Doar é ato de amor, ajude-nos a encher nossos potinhos de leite.

Deixe um comentário