Acontece 04/08/2020

Exercícios
Atleta e musa fitness, Sue Lasmar  tem a atividade física não apenas como um fator de saúde, mas também de trabalho. Na pandemia, ela manteve a rotina e a intensidade dos treinos mesmo longe das salas de musculação. Ela conta que tem se exercitado em casa ou áreas verdes e mesmo com a reabertura das academias, não pretende voltar enquanto o vírus não estiver controlado no país. 

 

Opções
De acordo com a musa fitness, é possível fazer treinos eficientes em casa, desde que haja a motivação correta. “Para os que querem fazer controle de peso, as atividades aeróbicas são as mais recomendadas. Por outro lado, quem busca a hipertrofia, precisa trabalhar exercícios que sejam capazes de romper as fibras musculares, pois é na recuperação delas que há ganho músculos”, explica. 

 

Limites
Mesmo em casa, a musa  alerta que é preciso respeitar os limites do corpo e trabalhar os exercícios de maneira progressiva. “Muitas pessoas estão malhando sozinhas, por isso o cuidado com lesões deve ser redobrado. Fazer o aquecimento, cumprir as fases de treinamento e aumentar a intensidade de treino de forma gradual é essencial para que a pessoa não acabe se lesionando”, comenta.

 

Queen of Fans
Uma história incrível marcou o primeiro King of Fans do NBB. O gameshow oferecido pela Budweiser estava à procura do fã que mais entendia de NBB, e olha… foi encontrado. Ou melhor, encontrada! A francana Amanda Cristina de Oliveira, de 25 anos, desbancou os outros três candidatos na final e, com muita emoção no finzinho, se sagrou a “Queen of Fans”.

 

“Plot Twist”
Mas o mais curioso foi que Dilermânio Oliveira, outro finalista do King of Fans, é irmão de Amanda. E ninguém sabia! Nem os apresentadores e nem a produção… No final, depois que foi decretada a vitória da garota, ela simplesmente apareceu na câmera do irmão e surpreendeu a todos os presentes! Um verdadeiro “Plot Twist” ao vivo.

 

Dia dos Pais
Em tempo de pandemia e quarentena, os tradicionais presentes para os pais, como gravadas, camisas, meias e derivados perdem um pouco o sentido. Afinal, o home office está presente na vida de muita gente. Por isso, a Vinícola Franco Italiano sugere momentos de descontração e prazer com vinhos que acabam de chegar aos consumidores: Paradigma Rotto Merlot 2014, para os apreciadores de vinhos intensos e complexos, e Sincronia Malbec 2018, que apresenta equilíbrio e harmonia. Inspirado nos vinhos do norte da Itália, o Paradigma Rotto Merlot 2014 apresenta a estrutura elegante presente nesta especialidade de uva, enriquecida de desidratação de parte das frutas antes da vinificação. No paladar tem um perfil de frutas vermelhas maduras e especiarias, equilibrado com a estrutura potente. O vinho foi maturado em barris de carvalho franceses de tosta alta por 22 meses. Possui nuances de chocolate e café que proporcionam riqueza aromática e taninos sedosos. Harmoniza muito bem com carnes vermelhas e parmesão. Grande potencial de guarda. Edição limitada (apenas 1670) com garrafas numeradas. Valor R$ 95,00.

 

Novidade
Outra novidade é o Sincronia Malbec 2018, produzido por meio de seleção de cachos em mesa, maceração pré-fermentativa a frio por 10 dias e fermentação alcoólica com técnica de rampa de temperatura, de 10ºC até no máximo 29ºC. Amadurecimento em barricas de carvalho francesas e americanas por 12 meses. Coloração violeta brilhante com reflexos rubis. Aroma de amoras e cerejas frescas, além de ameixas negras, groselha e perfume de violeta. No paladar, fruta e madeira se integram em grande persistência. Valor R$ 42,00. Disponível em: loja.francoitaliano.com.br

 

Feliz Aniversário!
Ontem foi dia de soprar as velinhas para Manoel Martins de Araújo Júnior, Tania Amélia Mello Perin, Flavio da Silva, Rosana Dreher, Jair da Silva Cardoso e Rogério Luiz Winter; nesta terça-feira, parabéns para Orildo Scaim, Suzana Pereira, Suzanete Andrade, Claudinei Antonio Kaefer, Serrame Borges Alia e Januir Vieira Filho.

 

História
Desde que o clérigo galês Godofredo de Monmouth publicou sua História dos Reis da Bretanha, em 1136, a lenda do Rei Arthur vem sendo contada e recontada de diversas maneiras ao longo dos anos, tornando-se uma das principais influências da literatura fantástica e dos romances de capa e espada. Autores como William Morris, J.R.R. Tolkien e Robert Howard buscaram inspiração em aspectos distintos do ciclo arturiano, e muitos dos arquétipos e até dos clichês que rondam o gênero, como suas ambientações medievais ocidentais, vêm majoritariamente daí.

 

Nova série
A nova série da Netflix Cursed: A Lenda do Lago, inspirada em livro de Tom Wheeler com ilustrações do lendário quadrinista Frank Miller, propõe mais uma releitura desse mito, mas por uma perspectiva feminina. Livros da saga As Brumas de Avalon (1983-2009), de Marion Zimmer Bradley, já haviam trilhado caminho semelhante, mas a obra de Wheeler e Miller busca um olhar mais íntimo para uma personagem: Nimue, a Dama do Lago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *