Acontece 17/09/2020

Acipa
No próximo dia 22 a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Palotina (Acipa) promoverá o Mega Workshop Produtividade 5.0, que será conduzido pelo professor e palestrante Itamar Ribeiro. No Mega Workshop ele abordará, entre outros temas: “Como se tornar mais produtivo”; “Vendendo mais na crise”; “Vendas na era digital”; “Como otimizar o tempo para vender mais”; “Reorganizar o tempo”; “Vendas pelo Whatsapp” e “Atenda melhor e venda mais”. Para se inscrever e obter mais informações sobre o evento ligue para (44) 3649-5855 e 99915-0398 (Whatsapp), com Ivonete.

 

Feliz Aniversário!
Na lista de aniversariantes de hoje, parabéns para Maicon Wellington, Rodolfo Garcia, Gilson Araújo, Ademir Maffioleti, Lisa de Jesus, Roseli Zancanella, Belonir Mioranza, Amanda Carvalho Welter, Paulo Moraes e Cezar Luiz Longhi.

 

Esgotados
Devido ao grande sucesso, os shows do cantor britânico Louis Tomlinson no Brasil estão com ingressos esgotados. Por essa razão, a apresentação marcada para o Rio de Janeiro, em 15 de maio de 2021, será transferida de local: ao invés de acontecer no Vivo Rio ela será realizada na Jeunesse Arena, permitindo a ampliação da capacidade do show, que acontecerá no mesmo dia e horário já anunciados.

 

 

1917
Em sua edição de verão 2020, a revista Empire ouviu Judd Apatow – a força multi-hypenada por trás de Freaks, Geek, Superbad, Knocked, etc. – sobre os filmes de sua vida. Entre outras escolhas – Muito Além do Jardim, Laços de Ternura, O Jovem Frankenstein e Embriagado de Amor -, Apatow revelou que o filme que ele gostaria de ter feito seria 1917. O longa de Sam Mendes estreou no Telecine Premium.

 

Impressionante
A Primeira Guerra num único plano-sequência, mas não exatamente. Uma missão impossível – atravessar o campo de batalha para levar uma mensagem – tornada possível. A grande surpresa do ano – a Academia não referendou as escolhas dos sindicatos de produtores e diretores, que outorgaram seus prêmios a 1917 e a Mendes. Venceu o sul-coreano Bong Joon-ho, que fez história com Parasita A Academia lixou-se para a dialética. Foi pop. Nem por isso 1917 é menos impressionante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *