Acontece 28/10/2020

Filtro
A cantora Perlla chamou a atenção dos seguidores ao postar nas redes sociais alguns cliques que fez para uma marca de roupas. Os fãs comentaram que ela abusou dos efeitos, filtros e edição nas fotos. Enquanto alguns seguidores elogiaram a boa forma da cantora, outros dispararam com: “Você tá mega estranha na foto”; “Eu bati o olho e não vi de cara que era você. O que aconteceu? Olha o exagero nos filtros. Recentemente, Perlla fez uma harmonização facial. Ela fez preenchimentos no rosto e nos lábios.

Reprodução Instagram

 

Fofura
A atriz Isis Valverde encantou os fãs ao postar no Instagram diversas fotos com seu primogênito Rael. O pequeno irá comemorar dois anos de vida em novembro. “Meu amor, minha razão de viver! Nosso mundo”, comentou Isis na legenda do post. Ela recebeu diversos elogios dos seguidores. 

Reprodução Instagram

 

Novas Palavras
A Academia Brasileira de Letras (ABL) lançou na última segunda-feira, 26, o projeto Novas Palavras, que oferece ao público curiosidades sobre palavras e termos da língua portuguesa, revelando seus significados, derivações e categorias gramaticais. A ABL tem um setor importante, dirigido pelo acadêmico Evanildo Bechara, que tem entre suas atribuições o arcabouço ortográfico da língua portuguesa, com base nas instruções de Bechara a um corpo seleto de filólogos.

Novas Palavras I
De acordo com Marco Lucchesi, presidente de ABL, a entidade teve a ideia de dar maior visibilidade a essas novas palavras por meio de seu site, que se tornou, com a pandemia do novo coronavírus, “uma grande janela de sociabilidade e de comunicação, enquanto não se encontram meios de conter e mitigar a pandemia”.

Novas Palavras II
O presidente da ABL disse que a vida das palavras é marcada por um sentimento de tempo, que é a diacronia, e um sentimento de permanência, que é a sincronia. “Mas, na verdade, tudo tem o seu movimento. Às vezes, pequenas diferenças que estão em franjas semânticas ou neologismos, a academia colocará um pouco essa história no site”. O projeto poderá ser acessado por meio de um link próprio, que será definido e alimentado toda semana. Os termos escolhidos são palavras ou expressões que passaram a ter uso corrente na língua portuguesa. (Por Agência Brasil).

Renato Russo 
Um homem foi preso no Rio de Janeiro por supostamente comercializar músicas inéditas de Renato Russo, líder da banda Legião Urbana. Policiais encontraram na última segunda-feira (26) relatórios que apontam a existência de músicas inéditas gravadas por Russo. Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), da Polícia Civil do Rio, realizaram a Operação “Será?”, referência a um dos grandes sucessos cantados por Russo, e que buscou identificar e localizar possíveis obras inéditas do cantor e compositor. Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão.

Canções inéditas
O principal alvo dos policiais foi um estúdio usado pelo cantor e compositor em seus últimos anos de vida. Lá, foram encontrados documentos que mostram a existência de pelo menos 30 canções inéditas deixadas pelo artista. A ação é resultado de um ano de investigações que apontam que o proprietário desse estúdio de gravação estaria ocultando material inédito do artista. Foram apreendidos computadores e arquivos, que serão analisados. As investigações tiveram início após a denúncia do filho do artista, Giuliano Manfredini, detentor dos direitos autorais do cantor e que encontrou na internet um perfil oferecendo as canções inéditas.

Ocultação
Segundo a Polícia Civil, o filho acredita, no entanto, que o pai teria gravado ainda mais músicas. A Delegacia, então, abriu uma investigação para descobrir se o proprietário do estúdio de gravação usado por Renato Russo estaria ocultando essas canções inéditas. (Por AE/SÃO PAULO/As informações são do jornal O Estado de S. Paulo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *