Especialista dá dicas importantes de segurança na cozinha

Unsplash.com

As casas são geralmente o local onde é mais provável que ocorram acidentes e os acidentes domésticos representam 38% dos atendimentos médicos realizados no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Não importa o quanto nos esforcemos para tornar nosso ambiente doméstico o mais seguro possível, os acidentes em casa ainda assim podem acontecer, mesmo nas famílias mais conscientes.

 

Conversamos com o especialista em segurança Samuel Chagas para saber quais são os acidentes domésticos mais comuns e o que fazer em cada caso.

 

Objetos caindo

 

Quando as crianças começam a se movimentar por conta própria, há um risco maior de puxarem objetos por cima de si mesmas. Estar consciente da saúde de seus filhos significa garantir que quaisquer cabos elétricos, bordas de toalhas de mesa e panos de prato estejam fora de alcance para ajudar a evitar acidentes.

 

Viagens e Quedas

 

Uma queda pode afetar pessoas de todas as idades, mas são mais comuns entre os mais jovens e os mais idosos. Muitas vezes, uma queda na infância não apresenta tantos riscos e é preciso apenas algumas palavras calmantes. No entanto, se a pessoa que caiu posteriormente se tornar sonolenta, vomitar ou perder a consciência, é importante procurar aconselhamento médico.

 

Contusões

 

Mesmo uma queda que não é grave pode levar a contusões desagradáveis, o que pode ser bastante doloroso. A aplicação de uma compressa fria – ou mesmo de um pacote de ervilhas congeladas – na área afetada pode reduzir o inchaço. Às vezes, hematomas graves podem ocultar problemas mais sérios, como ossos quebrados. Portanto, se houver muita dor contínua ou o movimento de um membro for muito restrito ou impossível, mais uma vez, procure ajuda profissional.

 

Cortes

 

Qualquer corte significa que haverá um pouco de sangue e isso pode ser uma das coisas mais difíceis envolvidas nos primeiros socorros para crianças. Aplique pressão para interromper o sangramento e aplique um antisséptico na área. A avaliação da situação é importante, mas (de um modo geral) se o sangue parar após a pressão, é provável que seja um corte menor que não precisará de pontos.

 

 

Queimaduras

 

As bebidas quentes e panelas no fogo causam a maioria das queimaduras em crianças menores de cinco anos e, é claro, elas devem ser mantidas a uma distância segura de lareiras, fogões, ferros, alisadores de cabelo e fósforos, pois também podem ser perigosos. Na cozinha, convém colocar os cabos das panelas para o lado de dentro do fogão ou contar com uma panela de indução, que funciona sem fogo. Qualquer queimadura deve ser mantida em água corrente fria por dez minutos e depois avaliada. Ter um saco plástico limpo ou uma película aderente em seu kit de primeiros socorros pode ser a maneira ideal de cobrir queimaduras para mantê-las limpas e para curar.

 

Asfixia

 

As crianças costumam ter o fascínio de colocar objetos na boca e engoli-los, o que significa que engasgar é um risco comum. Se você não puder desalojar o objeto imediatamente, ligue para a emergência.

 

Envenenamento

 

A maioria dos incidentes de envenenamento envolve medicamentos, produtos domésticos e cosméticos em casa. Portanto, é importante manter qualquer coisa que possa ser perigosa se ingerida fora do alcance das crianças como parte essencial dos primeiros socorros em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *