Os 40 anos da faculdade de Economia da Unioeste Toledo

Em 19/08/1980 foi criada a Faculdade de Ciências Econômicas no Município de Toledo (PR). Funcionando junto à antiga Faculdade de Ciências Humanas Arnaldo Busatto (Facitol), uma organização municipal, a Faculdade de Ciências Econômicas surgiu de um movimento liderado por empresários, religiosos e políticos da época. Junto com a Faculdade de Filosofia, criada em 1979, a Faculdade de Ciências Econômicas compõem um dos cursos pioneiros na construção do ensino superior em Toledo. Em 1987, a Facitol foi estadualizada e se tornaria a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)/Campus de Toledo. Além disso, a Faculdade foi responsável pela formação de diversas lideranças empresariais e políticas do município, cuja atuação e empreendimentos se consolidaram e estão presentes até os dias atuais. Ao longo do tempo, foram mais de mil discentes oriundos de diversas partes do Paraná e do Brasil formados pela Faculdade.

De uma simples Faculdade interiorana, a graduação em Ciências Econômicas da Unioeste Toledo tornou-se referência no Brasil e no exterior. Tanto que um conjunto de acordos e convênios internacionais criaram diversas oportunidades para a formação dos discentes.

Atualmente, os docentes da Faculdade de Ciências Econômicas da Unioeste Toledo capitaneiam dois Programas de Mestrado (Economia e Desenvolvimento Regional e Agronegócio) e um Programa de Doutorado (Desenvolvimento Regional e Agronegócio). Somente em bolsas de formação na pós-graduação como na iniciação cientifica movimentam em torno de R$500 mil /ano. Além das bolsas, a captação de recursos para pesquisa e extensão, a prestação de serviços, compras regionais, as remunerações do corpo docente e os pró-labores fazem com que a Faculdade de Ciências Econômicas insira em torno de R$3 milhões/ano na economia do Município de Toledo. Na área de prestação de serviços, a Faculdade atende um conjunto de organizações que tem buscado a expertise em pesquisa e extensão dos docentes e discentes para subsidiar suas atividades. Tanto que em 2014 foi criado o Núcleo de Desenvolvimento Regional (NDR) para capitanear a relação universidade-empresa-organizações governamentais. O portfólio e uma parte das atividades desenvolvidas estão a disposição do público no site www.ndrunioeste.com.br.

Além do impacto econômico, os docentes e as atividades de pesquisa da Faculdade de Ciências Econômicas produziram diversos estudos a disposição da comunidade, além de dezenas de livros e centenas de artigos científicos. Somente em leituras, essa produção cientifica gerou mais de trinta mil leituras no portal Research Gate (www.researchgate.net) e diversas citações nos últimos cinco anos. Isso colocou a Unioeste e o Município de Toledo como centros de referência em estudos do desenvolvimento regional e agronegócio.

Jandir Ferrera de Lima é docente da Unioeste. [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *