Coluna da ADI-PR – 01/02/2024

0 25

Concessão

Os contratos de concessão das rodovias dos Lotes 1 e 2 foram assinados pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Governador Ratinho Junior e as empresas Via Araucária e EPR Litoral Pioneiro, que arremataram os leilões. Com isso, as concessionárias passam a administrar mais de mil quilômetros de rodovias estaduais e federais com previsão de investimento de R$ 30,4 bilhões até 2054.

Os primeiros

Os dois primeiros, de um total de seis lotes que passarão a iniciativa privada, foram leiloados no ano passado e reúnem 1,1 mil quilômetros de estradas estaduais e federais, com a previsão de R$ 30,4 bilhões de investimentos ao longo de 30 anos, incluindo a duplicação de quase 700 quilômetros de duplicações.

Lotes 1 e 2

O primeiro lote que foi a leilão engloba 473 quilômetros das rodovias BR-277, BR-373, BR-376, BR-476, PR-418, PR-423 e PR-427 que passam por Curitiba, Região Metropolitana, Região Centro-Sul e Campos Gerais. O segundo trecho leiloado envolve 605 quilômetros das rodovias BR-153, BR-277 e BR-369 e das estaduais PR-092, PR-151, PR-239, PR-407, PR-408, PR-411, PR-508, PR-804 e PR-855 em trechos que passam por Curitiba, Litoral, Campos Gerais e Norte Pioneiro.

Maior da América Latina

O Porto Seco de Foz do Iguaçu registrou o maior movimento da história em 2023, superando em 3,27% o valor de 2022. O fluxo total atingiu US$ 6,7 bilhões (cerca de R$ 33,5 bilhões) de exportações e US$ 2,7 bilhões de importações (R$13,5 bilhões). O Porto Seco de Foz se mantém na liderança como o maior da América Latina em movimentação de veículos, com 176.090 caminhões liberados ao longo de 2023.

Nova Ferroeste

Nova Ferroeste está em fase final de licenciamento ambiental junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama). O projeto será levado a leilão na Bolsa de Valores e a empresa ou consórcio vencedor vai construir e explorar a ferrovia por 99 anos. A nova malha ferroviária vai ligar o Mato Grosso do Sul a Paranaguá.

Líder estadual

Toledo lidera a produção agropecuária do Paraná com Valor Bruto de Produção Agropecuária (VBP) de R$ 4,2 bilhões. Além da soja, a produção de suínos é responsável por 30% de tudo o que é produzido na cidade. São aproximadamente 1,7 milhão de cabeças abatidas por ano. O Paraná é o segundo maior produtor de suínos, atrás apenas de Santa Catarina.

Empregos

O Paraná fechou o ano de 2023 com a abertura de 87.599 novas vagas de empregos formais, resultado que consolida o Estado como o maior empregador da região Sul e o quarto maior do País. O Paraná também respondeu por 6% de todos os postos de trabalho abertos em 2023 no Brasil, que fechou o ano com um saldo de 1.483.598 novas vagas.

Curso gratuito

Curso presencial e gratuito de Programação, Tecnologia e Liderança Empreendedora está com inscrições abertas em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. São 170 vagas disponíveis. As inscrições para o processo seletivo estão abertas até 17 de fevereiro de 2024 e devem ser realizadas no site: https://www.institutosaberes.org.

Dengue

Boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou 5.144 novos casos de dengue no Paraná em apenas uma semana. No mesmo período, o estado registrou três novas mortes pela doença. O Paraná soma seis mortes por dengue neste ciclo epidemiológico.

Na berlinda

O julgamento da Justiça Eleitoral que pode cassar o mandato do senador Sérgio Moro (União Brasil-PR) foi marcado para o dia 19 de fevereiro. Nessa data, os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná se reunirão para decidir o desfecho de duas ações judiciais em que o ex-juiz da Lava-Jato é acusado de abuso de poder econômico.

Demitido

O presidente Lula demitiu Alessandro Moretti do posto de diretor-adjunto Abin. Ele será substituído por Marco Cepik, atual diretor da Escola de Inteligência da agência. Número dois do serviço secreto, Moretti foi exonerado por causa das investigações da Polícia Federal que apontam uma suposta ligação entre ele e o ex-diretor da Abin na gestão Bolsonaro, o deputado federal Alexandre Ramagem, investigado por comandar um esquema ilegal de espionagem.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Deixe um comentário