Coluna do Editor 18/06/2020

Avalição

Após, em Cascavel, o Ministério Público ter ingressado com novo pedido de liminar em ação civil pública que trata da contenção do avanço da pandemia de coronavírus no município, pedindo a decretação urgente de restrição total (lockdown), em Toledo, o promotor de Justiça José Roberto Moreira participou de uma reunião, na segunda-feira, com a secretária de Saúde Denise Liell (presidente do COE), médico Fernando Pedrotti (porta-voz do COE) e o prefeito de Toledo Lucio de Marchi. Nesta terça-feira, o promotor acompanhou a reunião do COE. Na sequência, ele deve avaliar toda a situação e verificará a necessidade ou não de adotar alguma providência.

 

O leitor escreve

O professor Sérgio ‘Boi’ Herkert enviou mensagem criticando a questão da Educação, especialmente porque uma vez por semana os professores estão indo à escola para receber o material e entregar o novo aos pais e responsáveis dos alunos.

 

Coronavírus

A bronca é porque, na escola onde a esposa de Herkert trabalha, uma pessoa foi identificada com o coronavírus e aí todo mundo tratou de fazer o teste. “Por que não pára de uma vez e começa do zero”, comentou o professor, questionando por que expor os professores. Ele e a esposa fizeram o teste em laboratório particular.

 

Campinho

Além disso, em sua opinião a participação dos alunos não é a mesma coisa que a aula presencial, até porque na escola não são as crianças que dominam o ambiente, enquanto em casa a situação é diferente

 

Auxílio

Outro ponto abordado por Sérgio Herkert é que muitos pais, quando vão buscar o material, estão revoltados porque não sabem mexer no material e não sabem explicar aos próprios filhos, mesmo com toda explicação dos professores.

 

Zera tudo!

Concordo com ‘Boi’ sobre essa questão do calendário. Para mim deveria zerar este ano e começar do zero a partir de 2021, até porque este ano teve cerca de um mês e meio apenas de aula regular.

 

Promoção pessoal

O Ministério Público do Paraná, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de São Miguel do Iguaçu, encaminhou uma recomendação administrativa ao prefeito orientando-o a deixar de fazer promoção pessoal no site e nas redes sociais da prefeitura. A investigação do MPPR constatou que o chefe do Executivo vem fazendo inúmeras postagens no site e nas redes sociais da prefeitura com exaltação dos próprios feitos, acompanhadas de diversas fotografias suas e com citação do seu nome.

 

Improbidade

O Ministério Público recomendou que o prefeito observe a regra constitucional sobre a publicidade dos atos dos órgãos públicos, que deve ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, não podendo constar nela nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos, sob pena de caracterização de improbidade administrativa.

 

Eleição

Esta semana, autoridades e especialistas em saúde participaram de uma reunião virtual para discutir a necessidade de adiamento das Eleições 2020 em razão da pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19). Entre os participantes, houve um consenso pelo adiamento do pleito por algumas semanas, garantindo que seja realizada ainda este ano, em data a ser definida pelo Congresso Nacional com base em uma janela que varia entre os dias 15 de novembro e 20 de dezembro.

 

Biometria

O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, que coordenou a reunião online, afirmou que outra questão a ser considerada é o uso da biometria. Por esse sistema, o eleitor coloca a sua digital para se identificar na hora da votação. “Se mantivermos biometria, que é uma decisão ainda não tomada, precisamos aferir as complicações”, afirmou Barroso.

 

Cartilha

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse considerar que a dispensa da biometria poderia ajudar na questão da saúde pública. Barroso ponderou, no entanto, que o manuseio do título de eleitor também será problemático. Ele explicou que, assim que as datas forem definidas, o objetivo é fazer um passo a passo do melhor e mais seguro procedimento. Segundo Barroso. o ideal é que essa definição seja feita até o dia 30 de junho, em virtude do calendário eleitoral. Ele falou da possibilidade de criação de uma cartilha de orientação para eleitores e mesários sobre como se comportar no dia da votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *