Economia necessária

Não é de agora e pelo que podemos acompanhar nas notas oficiais dos meteorologistas do Simepar não irá mudar tão cedo o quadro de estiagem em todo estado do Paraná.

Com isso, é mais que natural que vejamos situações de restrição e racionamento de água como já vem sendo comum na capital paranaense e sua região metropolitana . Agora algumas cidades da região oeste do Paraná já tem apresentado também baixo nível de água em seus reservatórios e isso preocupa as autoridades.

As Cataratas do Iguaçu, um dos cartões postais brasileiros, está com o nível de água bem menor do que o comum para a data fazendo com que a beleza natural seja visivelmente prejudicada e deixando claro o problema real da falta de chuva.

Aqui em Toledo, a Sanepar informou (matéria na editoria Toledo) que os reservatórios estão completos e que no momento não há falta de água. Mesmo assim reforça a importância da população não desperdiçar o produto, evitar lavar calçadas, deixar mangueira ligada, lavar o carro, fechar a torneira quando for escovar os dentes ou até mesmo se barbear. São ações simples e que fazem a diferença.

Além disso, o consumo de energia neste período do ano por conta do calor fica maior e como nossa energia elétrica vem de usinas hidroelétricas e os rios estão com baixa de água, o produto final poderá ter ajuste nas contas devido as outras formas de captação de energia que se fará necessária para que o paranaense não fique sem energia em suas casas e empresas.

É uma cadeia e por isso a importância de nós, população, fazermos nossa parte economizando água e luz das formas mais práticas e simples. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *