Futuros brilhantes

0 23

Semana passada, como mostra reportagem do JORNAL DO OESTE, foi realizado o Dia da Leitura, na Escola Municipal Duque de Caxias, em Concórdia, interior de Toledo. O objetivo foi despertar nas crianças o quão importante é a leitura na infância, não apenas como uma atividade prazerosa, mas como um pilar fundamental para o desenvolvimento cognitivo e emocional das crianças. Desde tenra idade, a exposição à leitura estimula o cérebro de formas complexas e benéficas, moldando habilidades que serão cruciais ao longo da vida.

Em primeiro lugar, a leitura na infância expande o vocabulário das crianças de maneira significativa. Ao serem expostas a uma variedade de palavras e contextos, as crianças aprendem novos termos e expressões, enriquecendo assim sua capacidade de comunicação. Um vocabulário robusto não apenas facilita a expressão de ideias e sentimentos, mas também fortalece a compreensão de conceitos abstratos e a capacidade de pensar de forma crítica.

Além disso, a leitura estimula a imaginação e a criatividade das crianças. Ao se envolverem com histórias fantásticas e mundos imaginários, elas são incentivadas a visualizar cenários, personagens e eventos, exercitando assim a sua criatividade. Essa capacidade de imaginar não só torna a leitura uma atividade prazerosa, mas também é essencial para a resolução de problemas e a inovação no futuro. É o famoso ‘sair da caixa’.

Outro aspecto fundamental é o desenvolvimento da empatia através da leitura. Ao se colocarem no lugar dos personagens e experimentarem suas emoções e experiências, as crianças aprendem a compreender e respeitar diferentes perspectivas. Esse entendimento empático não só fortalece os laços sociais, mas também contribui para a construção de sociedades mais tolerantes e inclusivas.

Além dos benefícios cognitivos, a leitura na infância também desempenha um papel crucial no desenvolvimento emocional das crianças. Ao explorarem temas como amor, perda, amizade e superação através das páginas dos livros, elas aprendem a lidar com uma variedade de emoções e situações, desenvolvendo assim sua inteligência emocional e resiliência. Claro, desde que haja pessoas capacitadas e dispostas a lhes auxiliarem, como acontece na Escola Duque de Caxias ou então na Biblioteca Pública Municipal, onde são realizadas as contações de histórias.

É importante ressaltar que a leitura na infância não se limita apenas aos livros impressos. Com o avanço da tecnologia, as crianças têm acesso a uma variedade de recursos digitais, como e-books, audiolivros e aplicativos interativos, que podem enriquecer ainda mais sua experiência de leitura. O importante é cultivar o hábito de leitura desde cedo, independentemente do formato utilizado.

Ler é muito mais do que uma simples atividade de lazer. Ela é um investimento no futuro da própria sociedade sendo, portanto, fundamental incentivar e apoiar o hábito de leitura desde os primeiros anos de vida, garantindo assim um futuro brilhante para as próximas gerações.

Deixe um comentário