Mauro Picini – Sociedade & Saúde – 17/01/2024

0 26

Vai viajar? Especialista lista cuidados para quem precisa levar medicamentos em viagens

Época de férias exige atenção para diabéticos, hipertensos, portadores de asma e outras condições crônicas de saúde; especialista traz recomendações

Pesquisa recente divulgada pelo Vigitel Brasil 2023 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) mostra que mais de 10% da população brasileira tem diabetes, doença crônica que exige cuidados diários. Já a pressão alta, segundo estudo da OMS, atinge quase metade da população adulta do país. O uso de medicamento contínuo é uma premissa para essas e muitas outras pessoas, que dependem às vezes de mais de um remédio. Mas, e quando precisa viajar? Conversamos com Rafaela Sarturi, farmacêutica da plataforma Consulta Remédios (CR) sobre cuidados que essas pessoas e seus familiares precisam ter ao chegar num aeroporto ou ainda para que os remédios não sejam danificados.


A primeira coisa que Rafaela alerta é para que os viajantes estejam atentos às regras de cada uma das cias aéreas, sobretudo se houver algum voo internacional. “Diferentes nações podem impor restrições particulares à importação de determinados medicamentos, e estar ciente dessas normativas é essencial para evitar surpresas desagradáveis ao chegar ao destino. Por exemplo, a dipirona, que é amplamente utilizada no Brasil, é proibida nos EUA e alguns países da Europa. Então antes de viajar, seja um paciente crônico ou não, é preciso ficar de olho nessas restrições”, diz ela. Confira mais dicas da farmacêutica.

Receita na mão – e no celular! – A dica de ouro para não ter problemas é levar a receita do medicamento. O Brasil é um dos países que mais se automedica, e apresentar a prescrição médica é sempre a maior garantia que o viajante pode ter. “Além disso, é importante pedir mais de uma via da receita para o médico, caso precise, assim como providenciar a prescrição na língua do seu destino de origem”, diz ela. Para facilitar, é possível contar com a receita digital. “Hoje a receita digital é amplamente utilizada e é um recurso muito prático, pois você não precisa de várias vias, apenas um único arquivo PDF assinado digitalmente pelo médico responsável basta. Muitos países não aceitam receitas de outros países, mas ter uma prescrição de um médico facilita o caminho, e a receita digital, que pode ser acessada pelo celular, facilita mais ainda”, conta ela.

Transporte – Além da prescrição médica, a farmacêutica lembra que o armazenamento correto para o transporte dos remédios é muito importante, e que práticas como levar somente o necessário, em suas embalagens originais e com nota fiscal são também modos de assegurar que a pessoa tenha acesso ao medicamento durante toda a viagem. “Diabéticos e asmáticos, por exemplo, devem ficar atentos às quantidades estipuladas de seringas, agulhas e bombinhas pelas autoridades. Da mesma forma, se informar se as aeronaves possuem câmara fria, caso seja necessário”, lembra ela.
Já para quem está pensando em transportar os medicamentos na bagagem de mão é preciso saber que remédios líquidos, como xaropes, normalmente são permitidos até 100 ml, nas embalagens originais. “É uma medida de segurança que também garante conformidade com as normas e garante o mínimo de um tratamento durante a viagem”, finaliza Rafaela.
Sobre a CR – A CR é a segunda maior plataforma do varejo farmacêutico no Brasil com uma média de 1 milhão de visitas diárias, o que a torna líder em resultados orgânicos relacionados a medicamentos e saúde. A plataforma Consulta Remédios, possui mais de 3 mil farmácias, oferecendo um vasto leque de opções para os consumidores. Ela é frequentemente recomendada por profissionais de saúde para que os pacientes tenham acesso facilitado a bulas, informações sobre preços e locais de compra dos medicamentos prescritos. Uma pesquisa rápida na Consulta Remédios pode resultar em uma economia significativa, com os usuários poupando até 90% na compra de medicamentos. Adicionalmente, a CR é responsável pela Receita Digital, uma plataforma de prescrição inovadora que permite que médicos, dentistas, veterinários, pacientes e farmácias gerenciem receitas e outros tipos de documentos de saúde de forma digital com facilidade e eficiência. Esta ferramenta reforça o compromisso da CR em tornar o acesso à saúde mais ágil e conveniente.

5 resoluções de ano novo para a pele que podem ser feitas agora

Dermatologista aponta o uso de retinóides e vitamina C e explica a necessidade de manter uma rotina simples e equilibrada

Durante o mês de janeiro, é comum fazer uma lista de resoluções de Ano Novo ou promessas para o ano seguinte. Seja praticando meditação ou experimentando um novo hobby, o objetivo é tornar a vida melhor.


E como isso se aplica à saúde da pele? A dermatologista Mayla Carbone, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), compartilha as cinco resoluções de ano novo para a pele que podem ser iniciadas agora. Confira!

  1. Simplifique sua rotina de cuidados com a pele
    “A rotina de cuidados com a pele mais eficaz é aquela simples, com ingredientes ativos bem pensados. Muitos ingredientes ativos, como hidroxiácidos e retinol, em diferentes etapas da sua rotina, podem perturbar a barreira da pele, piorar a vermelhidão e aumentar a sensibilidade”, explica Mayla.
  2. Incorpore um produto de vitamina C de boa qualidade na sua rotina
    “Seja qual for o seu tipo de pele, adoro a vitamina C pelos seus efeitos iluminadores e de aumento de brilho”, aponta. A especialista explica que quando formulado corretamente, a vitamina C é potente antioxidante e funciona perfeitamente em camadas sob o FPS matinal.
  3. Não desista dos retinóides
    Os retinóides são ativos poderosos e combatem os primeiros sinais de envelhecimento, acne e hiperpigmentação. No entanto, é fácil parar de usá-los porque podem causar irritação e vermelhidão. “Retinóides prescritos, como a tretinoína, são mais eficazes, mas também existem algumas opções disponíveis no mercado. Mesmo que você não possa usá-los todas as noites, duas vezes por semana ainda traz benefícios”, recomenda a doutora.
  4. Faça refeições pensando na sua pele
    “Recomendo aumentar o consumo de antioxidantes comendo muitas frutas e vegetais de cores vivas que atuam nas camadas mais profundas da pele para proteger o colágeno da luz ultravioleta e dos danos causados por fatores ambientais, como a poluição. Lembre-se de que quanto mais escura for a cor das frutas e vegetais, mais ricos em antioxidantes eles serão”, explica.
    A dermatologista também ressalta a atenção sobre a ingestão de gorduras boas, ou seja, peixes oleosos, como o salmão, são uma ótima fonte de ômega 3 e proteínas. Os veganos podem recorrer às castanhas de caju, óleo de linhaça, além de considerar suplementar com algas ômega 3 diariamente. “Como sempre, a hidratação é fundamental para uma pele brilhante. Recomendo adicionar pepino, limão ou hortelã à água para diferenciar”, complementa.
  5. Consistência é tudo
    “Nossa pele adora consistência. Pode ser tentador trocar seus produtos regularmente, mas entrar no ritmo com uma rotina simples que funciona é válido. Minha recomendação é limpar duas vezes ao dia. Se você usa maquiagem, se certifique de fazer uma limpeza dupla com água micelar ou limpador de bálsamo como primeiro passo. Aplique vitamina C e FPS pela manhã e considere um retinol e hidratante à noite. Podem ser introduzidos produtos extras, dependendo das necessidades específicas da sua pele. Por exemplo, o ácido azelaico é um ótimo complemento para peles com tendência à vermelhidão, e a arbutina pode ajudar a combater a pigmentação”, finaliza.
    Sobre a especialista:
    Dermatologista Mayla Carbone é graduada em Medicina pela Universidade Lusíadas (UNILUS – Santos) há mais de 10 anos com residência em Clínica Médica na Santa Casa em São Paulo e em Dermatologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA-SP). É membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e também da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Já participou de diversos congressos e realizou diversos cursos nacionais e internacionais voltados para especialização.
    Instagram: @dramaylacarbone
    Site: https://grupomaylacarbone.com.br/
Deixe um comentário