Mauro Picini Turismo 02/07/2020

Rede Mabu retoma com novidades
O Mabu Curitiba Business reabriu no dia 10 de junho, enquanto o Mabu Thermas se prepara para agora em julho

Os últimos meses têm sido de muito trabalho e de estratégias para enfrentar um momento inédito para todos. A Rede Mabu de Hotéis e Resorts que, há quase 50 anos preza pela qualidade de seus serviços, segurança e experiência de seus hóspedes, aproveitou o período de operações inativas, por conta da pandemia do COVID-19, e preparou as unidades para receberem as famílias de seus hóspedes com ainda mais segurança e conforto. 
Entre as diversas ações tomadas como medidas preventivas estão: treinamento constante dos colaboradores e distribuição de novos equipamentos para uso pessoal; orientação para a realização de check-in eletrônico; limpeza dos apartamentos em duas etapas; distanciamentos necessários; novas embalagens para o room service; cardápios via QRCode; programação com atividades externas. Todas as medidas estão disponíveis no Manual de boas práticas criado pela Rede, para proteger hóspedes e colaboradores. 
“Pensamos em tudo com muita atenção, cuidado e responsabilidade para garantir a segurança, conforto e diversão de nossos hóspedes. Fizemos algumas adaptações, intensificamos ações e buscamos as melhores estratégias e práticas, seguindo sempre o direcionamento da OMS (Organização Mundial de Saúde), os decretos e orientações dos Governos Federal, Estadual e Municipal”, pontua Wellington Estruquel, CEO da Rede Mabu. 
Além das ações de segurança, distanciamento e higienização, algumas novidades estão previstas para retomada do Mabu Thermas. A Rede que tem como foco o entretenimento, receberá os hóspedes com os personagens próprios, que chegam para potencializar a diversão. A grande novidade é o empreendimento multipropriedade da rede, o My Mabu, que abrirá suas portas em julho. Na primeira etapa, serão 210 apartamentos com todo conforto, modernidade e requinte.
O Blue Park é o grande diferencial com toboáguas radicais incríveis, praia termal com ondas, lago para pesca e a Blue Slide (mega tirolesa), que dará ainda mais sentido a diversão. “As famílias se surpreenderão com este novo conceito que será apresentado aos hóspedes, com a modernidade em ambiente amplos, confortáveis e com um visual encantador. Estamos muito felizes com a retomada e tudo que vem por aí”, finaliza Estruquel. www.hoteismabu.com.br ou 0800- 41-7040

 

Retomada do desenvolvimento de Foz do Iguaçu será prioridade do Codefoz
Nova diretoria vai fortalecer a união da sociedade civil com o poder público em torno do Programa Acelera Foz.
Com o desafio de unir a sociedade civil organizada e o poder público em torno da retomada do crescimento do município, o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz) elegeu nova mesa diretora nessa segunda-feira, 8. Devido às regras de distanciamento social, a plenária foi on-line.
Eleita por aclamação, a diretoria do conselho é composta por Mario Camargo, reeleito presidente e indicado pela ACIFI; Felipe Gonzalez, vice-presidente e representante do setor turístico; e coronel José Ricardo Áureo, secretário da mesa diretora, indicação da Itaipu Binacional. Os dirigentes exercerão mandato, de forma voluntária e não remunerada, por um ano. 
Na assembleia virtual, também foram empossados os integrantes das mesas diretoras de duas instâncias técnicas do Codefoz. O delegado da Polícia Federal em Foz do Iguaçu Mozart Fuchs passou a presidir a Câmara Técnica (CT) de Segurança Pública e o médico Valter Teixeira assumiu a presidência da CT de Saúde. 
Para Mario Camargo, o desafio do Codefoz é aglutinar a sociedade civil e o poder público em torno do Acelera Foz, programa de retomada econômica que propõe a transformação da realidade do município. Para ele, a cidade está reinventando-se e sairá fortalecida da crise atual causada pela pandemia de covid-19.
“Vamos contar muito com as instituições iguaçuenses, pois a nossa responsabilidade é aglutinar todas as forças em torno do Acelera Foz para transformarmos a cidade”, disse. “Com muito trabalho, construiremos uma Foz ainda mais próspera, com oportunidades, emprego e renda para a população”, frisou Mario.

Momento de união
Presidente de honra do Codefoz, o prefeito Chico Brasileiro (PSD) destacou a contribuição do conselho para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu. O colegiado, afirmou o gestor, tem relevante papel a cumprir no processo de retomada do desenvolvimento social e econômico do município. 
“A cidade vive um momento de união e esforço, de trabalho coletivo de todos os segmentos para o bem do município”, apontou o prefeito. “E o Codefoz tem muito a colaborar porque é o celeiro que reúne pessoas e instituições, inteligências e ideias estratégicas a favor de Foz do Iguaçu”, ponderou. 
Cidade nova e moderna
Em sua mensagem à plenária virtual do Codefoz, o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, saudou os novos dirigentes e sublinhou a relevância do trabalho realizado pelo conselho. Ele reforçou a função do Acelera Foz como indutor do progresso.  
“Desejo muito sucesso a essa equipe já reconhecida pela competência e que tem por hábito entregar resultados”, enfatizou. “Com o Programa Acelera Foz, com o qual o Codefoz e sua mesa diretora já assumiram responsabilidades, podemos ver nossa cidade ganhando um rosto novo e moderno”, acentuou Silva e Luna.

Convergência de esforços
Para Felipe Gonzalez, a convergência de esforços entre poder público, entidades e setores econômicos do turismo, comércio, serviços e logística favorece Foz do Iguaçu. “É uma grande união entre os setores que representam a economia e a pujança da nossa cidade para a retomada do crescimento”, expôs. 
O coronel José Ricardo Áureo salientou a união da comunidade iguaçuense na superação dos desafios atuais. “Esse momento sensível que estamos vivendo reforça a necessidade de união entre todos os segmentos da sociedade, e o Codefoz é capaz de realizar essa integração”, apontou.  

Mensagens de apoio
A nova diretoria recebeu mensagens de apoio de empresários, agentes públicos e instituições. Enviaram comunicações o Codeleste e o Codespi, conselhos de desenvolvimento de Ciudad del Este e Puerto Iguazú; Comtur; Observatório Social do Brasil – Foz do Iguaçu; Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz; Sinduscon; e ABIH Regional Oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *