Toledano será representante do Oeste no Conselho Estadual da Juventude

A nova composição do Conselho Estadual da Juventude (Cejuv) será empossada na próxima terça-feira (25), às 15 horas, em solenidade no Palácio Iguaçu, em Curitiba, com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Júnior e do secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, entre outras autoridades.

O empresário toledano Michel Becker é o único representante da região Oeste entre os 24 membros do conselho, eleitos no dia 2 de dezembro para mandato de dois anos.

A iniciativa de ingresso no conselho, segundo Michel, vem do entendimento de que os jovens devem se colocar à disposição para o debate das políticas públicas que envolvem a sociedade. “Estou à disposição dos jovens e da sociedade em geral para levar ao conselho as demandas regionais É uma grande honra representar a região Oeste, a mais expressiva do agronegócio do Paraná”, afirma.

AVANÇOS – Michel observa a necessidade de avanços nas políticas públicas voltadas à juventude. E como fazer para que essa realidade mude? “Tudo, absolutamente tudo nas nossas vidas gira em torno da política. No Conselho teremos a oportunidade de praticar a boa política em busca de avanços.” Para ele, as mudanças não acontecem no campo teórico, sem ação: “é preciso sair da zona de conforto e do olhar simplesmente crítico, colocar a mão na massa e tomar parte das discussões que promovam os avanços necessários para o atendimento das necessidades da juventude paranaense”.

Michel salienta que o Cejuv é um conselho consultivo que aponta caminhos para a execução das políticas públicas que envolvem a juventude, mas com reflexo para o conjunto da nossa população. “Isso é indissociável, assim como as iniciativas dos setores público e privado precisam ter o máximo de convergência”.

ESCOLAS DE LÍDERES – Becker comenta que o empreendedorismo é muito forte na região, sendo Cojem, Acit, Caciopar e POD grandes escolas do associativismo que formam líderes, inclusive para atuação no setor público. “É um ambiente onde se aprende muito convivendo na rotina dessas entidades com grandes líderes do nosso meio empresarial. Observando os detalhes sobre a maneira como esses líderes se comportam, sua forma de agir e de aplicar os seus conhecimentos, isso nos dá uma base extraordinária para levar toda essa experiência para o debate das políticas necessárias para melhorarmos ainda mais o nosso território”, acrescenta.

TOLEDO