Vendas de motos crescem 16,6% em maio ante abril, diz Fenabrave

As vendas de motos no Brasil tiveram crescimento de 16,6% em maio, na comparação com abril, informou nesta quarta-feira, 2, a Fenabrave, entidade que representa as concessionárias. No total, 110,4 mil unidades foram vendidas, 278% a mais do que em maio de 2020, quando a crise sanitária estava começando no Brasil, levando ao fechamento de revendas.

Com o resultado, o total de motos vendidas desde o início do ano chegou a 410,7 mil unidades, alta de 34,9%.

A Honda, líder com folga do mercado, respondeu por 74,7% desse total, seguida por Yamaha (19%).

Ao comentar o balanço de maio, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, afirma que a demanda por motocicletas segue aquecida, porém ainda há reflexos dos problemas da indústria para regularizar a produção.

Alguns modelos, conforme Alarico, estão com entrega programada para 40 dias. No entanto, aos poucos, o mercado está se ajustando, pondera o executivo.

“Desde abril, com o retorno da produção, as fábricas estão conseguindo entregar parte do volume das vendas que já haviam sido efetivadas. O crédito também está melhor para quem pretende financiar motocicletas, com a aprovação de quase metade das propostas enviadas aos bancos”, diz o presidente da Fenabrave.