Embaixada Solidária recebe Selo Sesi ODS e desponta como referência no acolhimento aos migrantes e refugiados

0 252

Recentemente a Embaixada Solidária recebeu o selo Sesi ODS, um importante reconhecimento pela sua forte atuação na empregabilidade e no acolhimento de migrantes e refugiados. Com um pouco mais de oito anos de história a Embaixada já recebeu vários prêmios e recentemente a visita de duas agência da ONU (Organização das Nações Unidas).

Além de encaminhar e preparar os migrantes e refugiados para o mundo do trabalho, a Embaixada Solidária auxilia no processo de profissionalização. Isso tudo só é possível graças ao aporte realizado pela Itaipu Binacional ao Projeto Mundo em Retalhos, que ensina mulheres migrantes e brasileiras a arte da costura criativa. A sala de costura da entidade foi construída por uma ação do Dia de Cooperar em 2022, ação organizada pela Uniprime Pioneira e outras cooperativas.

O próximo passo da entidade é a implantação do O Centro Regional de Direitos Humanos para Migrantes e Refugiados. O repasse de R$ 159,301,88 pela Itaipu Binacional foi essencial para que a entidade pudesse dar um importante passo rumo ao atendimento regional e a ampliação de sua atuação em defesa dos direitos humanos.

O Centro Regional de Direitos Humanos para Migrantes e Refugiados está em fase de implantação e sua inauguração está prevista para janeiro de 2024. O local, que é cedido pela prefeitura de Toledo, passará por reformas e ampliações, além de uma reestruturação que será responsável por permitir que o atendimento seja melhorado e ampliado. A transformação é um sonho antigo que se torna realidade com o investimento da Itaipu Binacional através do seu departamento de Responsabilidade Social.

TOLEDO

Deixe um comentário