G77 e China devem defender multilateralismo, com foco em igualdade, diz secretário-geral da ONU

0 46

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Antonio Guterres, afirmou que o grupo dos 77 e a China devem “lutar por um mundo que funcione para todos”, durante discurso na cúpula desses países em desenvolvimento em Havana, nesta sexta-feira, 15.

Guterres notou que os países representados no evento em Cuba retiraram centenas de milhões de pessoas da pobreza nas últimas décadas, mas enfrentam agora uma série de crises, com crescente pobreza e fome, preços em alta, aumento na dívida e piora em desastres climáticos. “A conclusão é clara: o mundo está falhando com os países em desenvolvimento”, comentou, ao tratar dos sistemas globais.

O secretário-geral reforçou a necessidade de instituições multilaterais fortes e efetivas, conforme a comunidade se move para “um mundo multipolar”. E lembrou que muitas instituições atuais, em particular o Conselho de Segurança da ONU, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial, foram estabelecidos quando muitas nações em desenvolvimento ainda enfrentavam o domínio colonial, sem voz sobre seus próprios assuntos ou sobre as questões globais.

Guterres ainda defendeu a importância da “justiça climática” e da “justiça financeira” no mundo. Os países ricos precisam cumprir a promessa de US$ 100 bilhões, de dobrar o financiamento para adaptação financeira até 2025 e também recapitalizar o Fundo Verde do Clima.

Deixe um comentário