Governo do Estado organiza 6° Fórum Paranaense de Turismo Religioso em Lunardelli

0 216

Os preparativos para o 6º Fórum Paranaense de Turismo Religioso, cuja edição esse ano será em Lunardelli, município do Vale do Ivaí, do dia 24 a 26 de abril, foram tema de uma reunião no Palácio Iguaçu nesta quinta-feira (21). A expectativa é de que o fórum não apenas fortaleça o turismo religioso no Estado, que reúne mais de 300 atrativos, mas também contribua para o desenvolvimento econômico e social das comunidades locais, impulsionando o fluxo de visitantes e valorizando o patrimônio cultural e espiritual da região.

De acordo com o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) do Turismo Religioso do Paraná, Eliseu Rocha, a cada edição o fórum tem conseguido agregar mais matrizes religiosas. “Teremos o encontro de várias expressões religiosas podendo mostrar aquilo que cada uma vive não só na religiosidade, mas no acolhimento e no turismo da fé, segmento que é totalmente sustentável”, aponta.

Durante a reunião, o grupo formado por diversas entidades avaliou roteiros religiosos do Brasil e do Exterior cujas experiências e metodologias podem ser aplicadas no Paraná. Um dos exemplos é o Caminho de São Miguel Arcanjo, lançado nesse mês com apoio do Governo do Estado em Prudentópolis, nos Campos Gerais. O trajeto de 122 quilômetros percorre 24 igrejas em diferentes comunidades rurais, passando por atrativos naturais e culturais, com pontos de apoio para os peregrinos.

“O Caminho de São Miguel Arcanjo em Prudentópolis é resultado de dois anos de preparação em parceria do Estado com o município. Esse trajeto é fruto de muita conversa e diálogo, que é exatamente o que o fórum traz”, destaca o coordenador do GT.

Conhecida como Capital da Fé, Lunardelli, município de 4,8 mil habitantes no Vale do Ivaí, abriga o Santuário de Santa Rita de Cássia, que atrai fiéis de todo Paraná e até mesmo de outros estados. Da primeira novena para a santa 30 anos atrás, o município evoluiu para um dos principais roteiros religiosos do Paraná, atraindo cerca de 300 mil turistas por ano, segundo a prefeitura.

O secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Lunardelli, Francisco Izidoro, afirma que o Fórum Paranaense de Turismo Religioso vai movimentar não só a cidade, mas os outros 25 municípios do Vale do Ivaí. “Cada município do Vale do Ivaí terá espaço para expor seu artesanato, aqueles produtos que mostram a riqueza de cada cidade. Por isso vamos trazer os outros municípios para que possam mostrar toda sua beleza e integrá-los ao nosso turismo religioso”, explica.

ESTRUTURA – Representante da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Paraná (Abav-PR) no GT, Pedro Kempe diz que a organização desta edição do fórum em Lunardelli vai dar um destaque ao turismo religioso em áreas rurais. “Vamos resgatar esses atores de turismo que às vezes não são tão evidenciados como o turismo que a gente tem em Foz do Iguaçu, Curitiba ou mesmo Prudentópolis que tem vida própria. A gente quer deixar nas regiões com roteiros da fé um legado turístico com serviços como guias, agências de turismo, hotéis, restaurantes, tudo mapeado pelo turismo do nosso Estado”, justifica.

Segundo Kempe, o fórum serve justamente para que os roteiros da fé no Paraná aprimorem o atendimento aos peregrinos, por isso o grupo debateu nesta quinta-feira maneiras de melhorar também a estrutura como pontos de descanso, banheiros, entre outros. “Vamos levar ao fórum para avaliação os atrativos que temos aqui no Paraná e também trazer referências de fora. São experiência de como se formou o turismo religioso em determinadas regiões, as estruturas que eles usaram, como é a acolhida aos peregrinos, os preparativos para ele chegar até ali, bem como a história da localidade, do santuário”, aponta o representante da Abav.

Deixe um comentário