Novo recorde marcam o MOTO1000GP em Curvelo

0 92

No último fim de semana, o Circuito dos Cristais foi palco do GP Curvelo do MOTO1000GP, segunda etapa da temporada 2024 do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O evento contou com 20 horas de programação de pista e 12 corridas divididas entre sábado (25) e domingo (26).

Mais uma vez, o público da região central de Minas Gerais surpreendeu com a grande participação no evento, lotando as áreas de paddock e camarotes do Circuito dos Cristais. “Acredito que o evento em Curvelo foi um sucesso. Tivemos excelentes corridas tanto no sábado quanto no domingo, proporcionando emoção tanto para os espectadores presentes nos circuitos quanto para aqueles que acompanharam pela televisão. Saímos do evento com uma sensação muito positiva e agora estamos nos preparando para voltar a Curvelo em setembro com mais uma grande corrida”, declarou Donato Khouri, organizador do evento.

GP600: Eduardo Burr domina pista mineira e estabelece novo recorde

Os fãs de motovelocidade que estiveram no Circuito dos Cristais acompanhando as corridas do MOTO1000GP testemunharam um fim de semana absoluto de Eduardo Burr, piloto da Cesar Barros Racing, em Curvelo. Burr foi o mais rápido na sexta-feira (24), ganhou as duas corridas e estabeleceu o novo recorde da pista na categoria de 600 cilindradas, com tempo de 1min58s342, média de 130,634 km/h. Anteriormente, o melhor tempo era de Kaká Fumaça, atual campeão brasileiro da categoria, com 1min58s499.

Espectadores do MOTO1000GP na área de paddock do Circuito dos Cristais (MOTO1000GP/Grelak Comunicação)
Espectadores do MOTO1000GP na área de paddock do Circuito dos Cristais
(MOTO1000GP/Grelak Comunicação)

“Foi um final de semana muito bom para mim e para a equipe. A gente conseguiu resolver alguns problemas que tinha na moto e ajustá-la muito bem para as provas, para as corridas, tanto é que vem um temporal, vem o recorde da pista. E estava muito confortável, daria para baixar mais, mas a prioridade era ser cauteloso e fazer pontos para o campeonato, então não precisava arriscar tanto. Agora estou de volta na disputa do campeonato, então um pouco mais tranquilo, mas vamos com tudo para as próximas, para somar o máximo de pontos em todas as corridas que der e batalhar pelo título”, comentou Burr, que é vice-líder na classificação geral, com 52 pontos. Pedro Valiente, o líder, tem 65.

Além do feito de Burr, outros pilotos do MOTO1000GP detem recordes em outras duas categorias no Circuito dos Cristais. Em 2023, João Fascineli superou o recorde na categoria de 300 cilindradas (2min06s972), enquanto Ramiro Gandola impressionou ao estabelecer um novo tempo na categoria 1000 cilindradas (1min54s420). Nesta temporada, Fascineli está na disputa pelo título da GP600 e Gandola defende seu título na GP1000. Esses registros demonstram a evolução do MOTO1000GP, que se destaca no cenário do esporte motor brasileiro.

O GP Motul, terceira etapa do MOTO1000GP, será realizado nos dias 29 e 30 de junho no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O MOTO1000GP, que é o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, segue todos os protocolos de segurança exigidos pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM). O campeonato tem o patrocínio da Yamaha, Motul, Pirelli e LS2, e o apoio da Revista Duas Rodas. As corridas são transmitidas no canal do YouTube do MOTO1000GP e no Canal BandSports.

Deixe um comentário