Senadores abrem sessão para 2º dia de depoimento de Pazuello na CPI

A CPI da Covid abriu na manhã desta quinta-feira, 20, a sessão em que será ouvido, pelo segundo dia, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. Iniciado na quarta-feira, 19, o depoimento até o momento foi marcado por uma tentativa do general em blindar o presidente da República, Jair Bolsonaro. Pazuello distorceu fatos sobre a condução da crise sanitária pelo governo, disse inverdades ao negar a ordem de Bolsonaro para cancelar a compra da vacina Coronavac e foi desmentido pelo Tribunal de Contas da União (TCU) ao afirmar que havia restrições da Corte à compra de imunizantes da Pfizer

Até o momento, as declarações de Pazuello não agradaram o relator Renan Calheiros (MDB-AL).

Nem ele nem o presidente, Omar Aziz (PSD-AM), e o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), se mostraram satisfeitos com as respostas, e contestaram a veracidade das informações prestadas a exemplo do depoimento do ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro e empresário Fabio Wajngarten.