PRF flagra por dia mais de 450 motoristas em excesso de velocidade no Paraná em 2024

0 93

Mais de 58 mil condutores foram flagrados pela PRF circulando em excesso de velocidade nas rodovias federais do Paraná este ano. Comparativamente com o mesmo período de 2023, os números apontam um aumento de mais de 9% nos flagrantes da imprudência nas rodovias. O comportamento é um dos principais relacionados a sinistros de trânsito, causando ou potencializando os sinistros, gerando sobrecarga no sistema público de saúde, prejuízos econômicos e, o pior, deixando mortos e feridos.

No início do maio amarelo, mês internacionalmente destinado a uma reflexão de toda a sociedade sobre a violência no trânsito, foram registrados alguns flagrantes preocupantes. No dia 5, durante uma fiscalização na BR-163, no município de Toledo (PR), um condutor foi flagrado circulando a 190 km/h, quando o limite é de 110 km/h.  Nesta velocidade, o veículo percorria a distância do comprimento de um campo de futebol a cada 2 segundos, o que demonstra a incapacidade de reação efetiva frente a qualquer adversidade que surja na via.

Em vídeo amplamente divulgado pela internet (acesse aqui) é exibido um teste de colisão (crash test) com um automóvel hatch a mesma velocidade do flagrante acima (190 km/h). O resultado demonstra que uma colisão frontal resulta na deformação completa do habitáculo veicular (compartimento de passageiros). Os equipamentos de segurança, como o airb-bag, extremamente eficientes em velocidades menores, se tornam praticamente ineficiente, com a ferragem do veículo se dobrando e invadindo o habitáculo, com o resultado final de lesões gravíssimas ou de morte de ocupantes.

PRF/Divulgação

No dia 6, outro flagrante no mesmo local, desta vez com o veículo circulando a 192 km/h. Nos dois casos, por estarem circulando 50% acima da velocidade máxima permitida, os condutores deverão ser autuados com infração gravíssima, com a penalidade de multa de R$ 880,41 e com suspensão da carteira de habilitação. Ainda, deverão participar de curso de reciclagem para que voltem a conduzir.

Deixe um comentário