Professor acusado de estupro em Toledo é investigado pela Polícia Civil

0 2.451

O professor acusado de estupro em Toledo é investigado pela Polícia Civil. Através da Delegacia da Mulher foi cumprido um mandado de prisão e busca e apreensão do professor investigado por suposto estupro de vulnerável. O homem foi detido na última quinta-feira (11). Ele era professor de circo num projeto social.

De acordo com o delegado em exercício na Delegacia da Mulher de Toledo Laecio Rodrigues, as investigações iniciaram a partir de denúncias ocorridas em 1995. “Elas mostram a suposta existência de abuso sexual de um professor, artista circense”.

Rodrigues explica que essa investigação por falta de indícios e materialidade foi encerrada. “Posteriormente, no ano de 2023 outras denúncias anônimas foram encaminhadas ao Ministério Público ou a Polícia Civil, relacionada ao professor”.

ESTUPRO

O delegado ainda pontua que trata-se de um crime ocorrido em locais restritos. “Dentro de um ambiente educacional; seriam aulas circenses. Não foi possível ter mais materialidade em relação a esse crime”.

Em 2024, a Polícia Civil recebe novas denúncias e, neste ano, elas foram acompanhadas de testemunhas. “As crianças e as adolescentes informaram a diretora.

Por existir um passado com denúncias (desde 1995), nós demos andamento nas investigações. A partir daí, o professor foi afastado das funções até mesmo pelo fato de ter outras vítimas”, enfatiza Rodrigues.

ENCAMINHAMENTOS

A Delegacia da Mulher ingressou com as cautelares na casa e no local de trabalho do professor acusado de estupro em Toledo . O delegado menciona que os policiais buscaram localizar materiais em celular, notebook ou HD.

“A Delegacia da Mulher – por meio dessa ação e deste fato – espera que se houverem outras vítimas que façam a denúncia na Delegacia”, pondera o delegado ao complementar que o suspeito está à disposição da Justiça. “Posteriormente, ele deve responder o processo criminal de acordo com o que determina a Lei”, finaliza Rodrigues.

PROFESSOR ACUSADO DE ESTUPRO EM TOLEDO É AFASTADO

Ainda em tempo, a Prefeitura de Toledo encaminhou na quinta-feira (11), uma Nota Oficial já publicada pelo JORNAL DO OESTE na edição de sexta-feira (12). O documento traz a informação sobre o afastamento do do professor acusado de estupro em Toledo, que era servidor público e exercia as funções de Instrutor de Artes Circenses I, lotado no Circo da Magia.

“Esse afastamento ocorreu a partir do dia 5 de abril, imediatamente após tomar ciência de denúncias sobre a prática de atos que se inserem em infrações disciplinares, sendo, nessa mesma data, determinada a abertura de Processo Administrativo Disciplinar para apurar as denúncias”.

O documento também pontua que após receber as denúncias, “o Município de Toledo deu toda a atenção e suporte jurídico às famílias das denunciantes, inclusive, para a formalização da ocorrência policial”.

A Nota Oficial afirma que a administração municipal não tolera quaisquer práticas de atos abusivos, “seja de que espécie forem e não medirá esforços para investigar, apurar responsabilidades e tomar todas as providências cabíveis”.

Da Redação

TOLEDO

Deixe um comentário