Toledo terá manifestação contra pedofilia em frente ao Fórum

0 429

O aumento de casos de pedofilia em Toledo nos últimos meses ganhou força nesta terça-feira (28), quando veio à tona a soltura do professor acusado de pedofilia, pornografia infantil e cyberbullying. Preso na semana pela Polícia Civil, porém, recebeu liberdade provisória pela Justiça na última sexta-feira (24).

Leia também!

A indignação de moradores levou à criação do grupo Toledo Contra a Pedofilia no Whatsapp e a convocação para uma manifestação em frente ao Fórum Municipal nesta quarta-feira (29), a partir das 17h. Todos estão convidados a participar.

SOLTURA

A juíza Vanessa D’Arcangelo Ruiz Paracchini, da 2ª Vara Criminal de Toledo, que concedeu liberdade provisória com monitoramento eletrônico.

O Ministério Público havia solicitado a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva, mas a juíza negou e deu a tornozeleira.

Segundo a juíza Vanessa D’Arcangelo Ruiz Paracchini, afirmou que, “diante da gravidade dos fatos apurados até o momento, entende esta magistrada que seria o caso de decretação da prisão preventiva. Contudo, diante das alterações legislativas, o autuado não preenche os requisitos legais da segregação cautelar. Isso porque o crime pelo qual foi preso em flagrante possui pena máxima de 4 anos e trata-se de réu primário. Neste contexto, aplico ao autuado as medidas cautelares elencadas no art. 319, inc. V e IX do CPP”.

Da Redação

Deixe um comentário