Bandeira laranja: Matriz é mantida devido à ocupação de leitos de UTI

A reunião do Centro de Operações Especiais (COE), realizada na terça-feira (28), apontou uma queda de 44% no número de casos da média móvel de Covid-19 na Semana Epidemiológica (SE38). Esta redução é referente aos últimos quinze dias. Mesmo com a diminuição, o município segue em bandeira laranja devido ao aumento da ocupação de unidades de terapia intensiva (UTI) que neste momento chega a 83,87%.

De acordo com o diretor geral de Saúde e integrante do COE, Fernando Pedrotti, o número de pacientes em UTI no município acontece devido ao deslocamento de pacientes da 10ª Regional de Saúde. “Pelo monitoramento que fazemos, temos recebido vários pacientes da região de Cascavel. Se observarmos o dado da Macrorregional, a ocupação está próxima dos 60%”, comentou.

Apesar do aumento de casos evoluindo para UTI’s, a SE38 teve a segunda menor média neste ano, com 248 novos casos. “Estamos decrescendo. Na SE36 foram 326 casos e na SE37 292. Isso nos dá certa esperança e observamos que a vacinação, aliada aos cuidados como uso correto de máscara, distanciamento social e a higienização das mãos é a forma mais eficiente de combatermos o coronavírus”. 

Houve também uma redução de 25% no número de óbitos. A positividade de casos analisados também. Na SE37 o índice chegou a 32,93% e na atual semana foi de 21,03%. Na SE35 esse número atingiu os 40%.

Vacinação – Outra boa notícia fica por conta da vacinação. Na terça-feira (28), os dados do Departamento de Vigilância em Saúde apontaram 51,22% de pessoas de 12 anos de idade e mais, residentes em Toledo, com o ciclo de imunização completo, ou seja, que já receberam primeira e segunda dose ou dose única. 

Fernando Pedrotti também chamou a atenção para um número importante. Entre os jovens de 12 a 17 anos, na SE36 foram 49 casos confirmados, na SE37 este número caiu para 17 e na SE38 para 7. “Se levarmos em conta que a primeira dose da Pfizer pode chegar até 89% de proteção após 21 dias da aplicação, isso nos dá indicadores da importância de vacinar nossos adolescentes”, comentou.

Da Prefeitura de Toledo-PR