Ginasta toledana conquista quatro medalhas no Pan-Americano de Santiago

0 115

Após desfilar em carro aberto pelas ruas de Toledo, a ginasta Maria Eduarda Alexandre foi recepcionada, no Paço Municipal Alcides Donin. Acompanhada de familiares e demais companheiras de treinamento, a atleta apresentou suas conquistas nos Jogos Pan-Americanos 2023, disputados em Santiago, no Chile. A técnica Solange Paludo, que esteve com Maria Eduarda na competição continental, também participou do momento. A acolhida ficou por conta do prefeito Beto Lunitti.

Maria faz parte da equipe da Associação de Ginástica Toledana (AGITO) e trouxe na bagagem nada mais, nada menos, que quatro medalhas na bagagem, sendo ouro no aparelho arco, ouro no aparelho maças, prata no aparelho fita e bronze no individual geral. Com apenas 16 anos, a ginasta foi um destaques da equipe brasileira, por conta da idade. “Na verdade, para atingir este nível, as competidoras chegam com mais de 20 anos, a Maria Eduarda atingiu um patamar de atletas mais velhas”, disse Solange Paludo.

A treinadora agradeceu o trabalho realizado pela Prefeitura de Toledo. “São excelentes os profissionais de educação física disponibilizados, além de todo o apoio com transporte e demais auxílios. As nossas conquistas só acontecem por conta deste suporte”. Solange ainda falou que isso não acontece somente com a ginástica rítmica. “O que Toledo faz pelo esporte é fantástico. As crianças têm oportunidade de entrar em modalidades diversas, pois a administração municipal proporciona isso”, disse.

EMOÇÃO DA GINASTA – Após a recepção, a multi medalhista Maria Eduarda, falou da emoção em ser acolhida e abraçada pela população toledana. “A gente se sente incentivada. Cada conquista que a gente tem, fazemos questão de mostrar, de reconhecer o que Toledo, por meio da Prefeitura, do prefeito e do vice, fazem pelo esporte, graças ao apoio da comunidade”. Maria ainda disse que, conforme esses títulos vão surgindo, vai se alavancando ainda mais o desejo de continuar competindo em alto nível.

Sobre a carreata, a ginasta relatou a emoção de receber o carinho das pessoas. “É muito legal poder estar ali em cima de um carro sendo aplaudida, recebendo os parabéns, vendo as pessoas felizes e compartilhando de um momento feliz para mim, mas para todo mundo que é de Toledo. Espero ter mais experiências assim”, disse.

Mesmo com o destaque em Santiago, Maria Eduarda não terá a possibilidade de compor a seleção brasileira nas Olimpíadas em Paris, em 2024. “O meu ciclo olímpico será pensando em competir em Los Angeles, em 2028. Será bem trabalhoso, com mudança de série e de código, os trabalhos vão intensificar. Eu já sei que vai ser difícil, mas eu pretendo chegar lá com a cara e coragem para dar o meu melhor”, concluiu.

TOLEDO

Deixe um comentário