IDR promove 5° Torneio de Silagem na região Sudoeste em dezembro

0 144

A oferta de alimento é fundamental para o sucesso da atividade leiteira. Para melhorar o rendimento do rebanho e gerar uma competição saudável, o IDR-Paraná criou o projeto Qualidade Silagem, que avalia todas as etapas da confecção do alimento a ser dado para os animais. O torneio deste ano envolve produtores dos municípios das regiões de Francisco Beltrão, Dois Vizinhos e Pato Branco, no Sudoeste, está na quinta edição e será realizado em dezembro.

Os extensionistas acompanham desde o planejamento do plantio, o manejo da lavoura e o processo de ensilagem até a utilização da silagem. A competição elege os produtores que conseguiram fazer a melhor silagem, de acordo com análises laboratoriais. Nesta edição foram coletadas 294 amostras nos municípios envolvidos.

Além da realização da análise bromatológica tradicional, realizada em parceria com a Escola Superior de Agricultura Luis de Queiroz, da Universidade de São Paulo, os extensionistas também avaliam a parte física, observando o tamanho de partículas, e a densidade da silagem.

O produtor responde um questionário referente ao sistema de produção da propriedade, histórico da lavoura, manejo da fertilidade e desafios enfrentados pela cultura frente a fatores climáticos, doenças e pragas. Com esses dados o extensionista gera um laudo com uma pontuação que define a qualidade da silagem produzida. O extensionista discute o resultado com o produtor, destacando os acertos e destacando aspectos que podem ser melhorados.

Com esta ação o produtor passa a dar mais atenção a fatores importantes para conseguir uma silagem de mais qualidade. Além disso, o espírito competitivo despertado pelo torneio motiva os participantes a buscarem melhores resultados.

Os dados coletados durante a competição têm dado suporte aos produtores no momento de escolher variedades de milho híbrido com melhor rendimento para a ensilagem, considerando a época e microrregião de plantio. O trabalho também tem influenciado o produtor a observar o ponto ideal de colheita, além de fazer uma boa manutenção e regulagem das colhedoras. Segundo os extensionistas, os participantes do torneio têm monitorado o tamanho de corte e quebra de grãos no momento da colheita e estão melhorando a compactação dos silos.

Da AEN

CURITIBA

Deixe um comentário