Ramiro Gandola imprime ritmo forte e vence prova principal do MOTO1000GP

0 583

O domingo (28) quente em Goiânia só não foi mais forte que o calor da pista do MOTO1000GP nas disputas da primeira etapa do MOTO1000GP, que foi realizada entre os dias 26 e 28 de abril. Atual campeão nacional na principal categoria da motovelocidade brasileira, o argentino Ramiro Gandola, que leva as cores da Agem Racing, administrou a vitória, depois de largar na pole e cruzar em primeiro na GP1000, seguido de Theo Manna, da Camargo Bioleve Racing, que havia vencido no sábado, e o paranaense Joelsu Mitiko, da equipe Dezero Racing, que repetiu o pódio de ontem.

Depois de enfrentar problemas na primeira corrida do sábado (27), tendo que largar dos boxes, Gandola se mostrou aliviado antes de subir no pódio. “Conseguimos ajustar bem a moto e arrumar o problema eletrônico que tivemos no sábado. Temos que pensar no campeonato e eu acredito que foi uma boa primeira etapa. Temos muito trabalho pela frente e só quero agradecer minha equipe e minha família”, resumiu.

Para Theo Manna, segundo lugar na corrida, o resultado foi satisfatório. “A minha largada não foi tão boa e acabei ficando preso no pelotão. Não consegui acompanhar o Gandola tão de perto como gostaria, mas pudemos ver que o desenvolvimento da moto está bom. Agora é pensar na próxima corrida e trabalhar forte”, explicou o piloto da equipe.

Nas outras categorias da 1000, o vencedor da Evo foi Julio Fortunato, da Sport Plus Racing, que cruzou a linha de chegada à frente do piloto da Brothers Racing Team, Gleidson Babinha, e Ricardo Fox, com as cores da Bieffe Racing Team.

Já na Master, Pedro Lins, Centermoto Racing, puxou o pódio, com Luiz Ferraz, da Team Brasil, em segundo e Pablo Nunes, PRT, em terceiro. Fechando os pódios na categoria Light, Diego Hilel, PRT e Eduardo Marques, Motobel Brothers, subiram ao pódio.

Confira o resultado completo da corrida da GP1000, 1000 Evo, 1000 Master e 1000 Light aqui.

GP600: Gustavo Silveira fecha etapa com vitória

O domingo de vitória de Gustavo Silveira na GP 600 coroou um fim de semana perfeito para o time Pioneiro Motonil. Depois da vitória na primeira corrida, o piloto da moto 58 foi o mais rápido e fechou a primeira etapa do MOTO1000GP em Goiânia com vitória neste domingo (28). Em segundo ficou o paraguaio Pedro Valiente, que defende as cores da equipe PRT. João Fascineli, da Fascineli Racing, fechou o pódio da categoria.

O vencedor falou da dificuldade da etapa. “Muito calor e uma corrida bem disputada. O Pedro (Valiente) é muito rápido, mas consegui fazer a última volta forte, fiz um traçado mais defensivo, estratégico, e deu certo. Agora é focar próximas etapas em busca do título”, comemorou o piloto.

Pela categoria GP600 MASTER, o vencedor foi Regis Santos, PRT, seguido de Vicente Flores, Kavo Racing Team, e Flavio Trevisan, também da PRT. Já pela categoria GP600 LIGHT, Marcos Fortunato, Sport Plus Racing, Wilson Chefinho, Motorbike, e Douglas Silva, PRT, subiram ao pódio.

Para mais informações e fotos da GP600/600 Light/600 Master clique aqui.

GP300 / MOTUL 300V: Ourinho vence de Rodrigues por 0s030

A vitória ficou mais uma vez com Heitor Ourinho. O jovem piloto da PRT repetiu o resultado alcançado no sábado, deixando para trás os pilotos da Drt Racing Team, Cauã Rodrigues e Cauã Nunes.

Para o vencedor, a estratégia definiu sua vitória. “Estou muito feliz com mais essa vitória. Decidi puxar forte o ritmo de corrida, mesmo que minha estratégia seria andar mais junto. Vi que os adversários seguraram um pouco e então resolvi acelerar. Deu tudo certo”, resumiu o jovem piloto.

Na categoria 300 Master, Vladmir Correia, da equipe Fascineli Racing cruzou em primeiro, seguido do paraguaio Pedro Valiente, que leva as cores da PRT, e Ayres Filho, que tem seu nome na equipe.

Para mais informações e fotos da GP300/Motul 300V Cup clique aqui.

A próxima rodada dupla, válida pela 2ª etapa da temporada, será em Curvelo (MG) nos dias 25 e 26 de maio. O MOTO1000GP, que é o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, segue todos os protocolos de segurança exigidos pela Confederação Nacional do Motociclismo (CBM) e pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM). O campeonato tem o patrocínio da Yamaha, Motul, Pirelli e LS2, e o apoio da Revista Duas Rodas. As corridas são transmitidas no canal do YouTube do MOTO1000GP e no Canal BandSports.

Deixe um comentário