Olympiakos bate Fiorentina com gol no final da prorrogação, faz história e conquista a Liga Conferência

0 74

Em partida válida pela final da Liga Conferência, o Olympiakos venceu a Fiorentina por 1 a 0 com o gol marcado por El Kaabi no final da prorrogação. Após uma partida que começou muito aberta, mas ficou muito truncada e com poucas chances claras de gols ao seu decorrer, o jogo foi para a prorrogação, quando parecia que ia para os pênaltis a estrela do artilheiro entrou em ação e El Kaabi mergulhou para marcar seu décimo primeiro gol na competição. Esse resultado é histórico, ele marca o primeiro título da história de uma equipe grega na história das competições da UEFA.  

O primeiro tempo foi muito disputado e equilibrado. Ambas as equipes tiveram chances de abrir o placar, mas pararam nas boas defesas dos dois goleiros. Logo no começo do jogo, Daniel Podence parou na grande defesa de Terraciano que foi no cantinho. Já pelo lado do time Italiano, Bonaventura bateu fraco em cima de Tzolakis. 

A segunda etapa foi morna comparada com a primeira. A partida foi muito travada com ambas as equipes não levando muito perigo ao gol adversário. Na chance mais clara da Fiorentina, Kouamé bateu para grande defesa de Tzolakis. Já o Olympiakos levou perigo aos duas jogadas de bola parada. Com isso a partida foi para a prorrogação. 

O primeiro tempo da prorrogação continuou com a mesma intensidade do segundo tempo do tempo regulamentar. Neste período os Thrylos quase abriram o placar com Jovetic. 

Já o segundo tempo da prorrogação foi aberto com ambas as equipes tendo chances de marcar. Quando parecia que a decisão da Liga Conferência seria decidida nos pênaltis, após cruzamento o atacante Marroquino El Kaabi de peixinho abriu o placar e marcou o gol do primeiro título europeu da história do Olympiakos. Após isso, a Fiorentina quase empatou com Ikoné, mas o jogo terminou com vitória do Olympiakos fazendo dos Thrylos o primeiro time grego da história a vencer uma competição da Uefa. 

1° TEMPO COM O JOGO ABERTO

O primeiro tempo começou muito aberto com ambas as equipes criando chances claras e com a Fiorentina tendo um gol anulado. Logo aos três o Olympiakos quase abriu o placar na primeira finalização do jogo. Daniel Podence levou da esquerda para o meio e bateu para a defesa tranquila de Terraciano. Após isso, ambas as equipes criaram chances, mas não criaram chances claras.  Aos oito, a Viola teve um gol anulado. Após cobrança de escanteio curto, Biraghi e Bonaventura tabelaram. O lateral-esquerdo cruzou para o meio da área, a bola passou por todo mundo e foi parar no fundo do gol de Tzolakis. No entanto, o bandeira assinalou o impedimento de Milenkovic, que participou da jogada. Com isso, o gol foi anulado. 

Aos 20, o time italiano assustou e obrigou Tzolakis a fazer sua primeira defesa do jogo. A bola ficou com Bonaventura dentro da área, o camisa 5 dominou e bateu fraco para a defesa do goleiro grego. Os Thrylos responderam quatro minutos depois. Após cobrança de escanteio de Chiquinho, Podence subiu mais e cabeceou para a defesa do goleiro italiano. Após isso, a partida ficou mais pegada. 

Aos 38, a Fiorentina voltou a assustar. Bonaventura cruzou para a área, quando parecia que a bola passaria por todo mundo, Kouamé evitou a saída da bola pela linha de fundo e cabeceou para a defesa de Tzolakis,  a bola sobrou com Nicolás González que mandou por cima. Um minuto depois, o Olympiakos respondeu. El Kaabi foi lançado, mas Terraciano saiu bem do gol para abafar a finalização do artilheiro da competição e acabou se colidindo  com o atacante. Após isso, os dois precisaram ser atendidos. 

O final de primeiro foi pegado e faltoso, na etapa inicial o árbitro português Artur Dias deu apenas um minuto adicional e que não aconteceu muita coisa dentro da partida. 

2° TEMPO COM DUAS EQUIPES POUCO CRIATIVAS

Diferentemente do primeiro tempo, o segundo tempo começou pegado e faltoso com ambas as equipes pouco inspiradas na criação das jogadas. Aos 12, o lateral-direito Dodô fez um corte providencial. Chiquinho cruzou rasteiro da direita,o zagueiro argentino Martínez Quarta escorregou, a bola ia chegando em Podence e o lateral brasileiro apareceu para cortar. Aos 19, a Fiorentina assustou. Após cobrança de escanteio de Arthur, Milenkovic subiu mais alto e cabeceou para o chão, mas mandou para fora. 

Pouco tempo depois, Tsolakis fez a primeira defesa da segunda etapa.  Dodô cruzou e encontrou Kouamé que bateu mascado na bola e Tzolakis mandou para escanteio. Após isso, ambas as equipes fizeram substituições e alguns jogadores levaram amarelos. Já o Olympiakos assustou por meio da bola área. Aos 34, após cruzamento de André Horta, Vicente Iborra subiu mais alto e a bola passou perto do gol de Terraciano. Quatro minutos depois os Thrylos voltaram a assustar. Após levantamento, a bola passou por todo, El Kaabi se esticou e não alcançou e a bola saiu em tiro de meta. 

Na segunda etapa, diferentemente da primeira etapa, o juiz português Artur Dias deu sete minutos de acréscimos. Não aconteceu muita coisa no tempo adicional e a partida foi para a prorrogação.  

1° TEMPO DA PRORROGAÇÃO COM POUCAS CHANCES

No primeiro tempo da prorrogação, o Olympiakos foi melhor e quase abriu o placar com Jovetic no início. Aos cinco, o montenegrino driblou três jogadores da viola e bateu da meia lua. Terraciano espalmou e mandou para escanteio. Após isso, a partida ficou pegada e ambas as equipes não conseguiram mais finalizar neste período. 

2° TEMPO DA PRORROGAÇÃO E O GOL DO ARTILHEIRO

O segundo tempo começou com a Fiorentina sendo melhor e quase abrindo. Ikoné bateu para a defesa tranquila de Tzolakis. Após isso, quando a tensão no jogo crescia a cada minuto que passava e parecia que seria decidida nos pênaltis, o Olympiakos abriu o placar com El Kaabi. Aos 10, após cruzamento de Hezze, o artilheiro da Conference League ganhou da defesa e de peixinho testou firme para fazer o gol do primeiro título europeu da sua história dos Thrylos, e marcar seu décimo primeiro na competição. 1 a 0 Olympiakos. O gol ainda checado e confirmado pelo VAR. 

Jogadores do Olympiakos comemorando o gol de El Kaabi – Foto: THEOPHILE BLOUDANIS/AFP via Getty Images

Aos 15, da etapa final, a Fiorentina quase empatou o jogo. Após tabela entre Ikoné e Barak, o francês saiu na cara do gol, mas bateu em cima de Jovetic. Na segunda etapa, o árbitro português  Artur Dias deu cinco minutos de acréscimos em que não aconteceram muitas coisas e a partida virou ataque contra a defesa. 

Aos 20, ao apito final o Estádio Agia Sophia explodiu de emoções com a festa do time do Olympiakos com sua torcida que comemoram o primeiro título conquistado por uma equipe grega em uma competição da UEFA. Essa conquista ainda teve um gosto ainda mais especial pelo fato da partida ter acontecido no estádio de um dos maiores rivais dos Thrylos, o AEK.  

Deixe um comentário